Publicidade
Cotidiano
SAÚDE PÚBLICA

Termina campanha de vacinação contra poliomielite e sarampo; confira

Mesmo com o fim da campanha, os municípios do AM que não alcançaram a meta terão as vacinas disponíveis 15/09/2018 às 12:37
Show gotinha 2823d9a6 2fc4 4473 86f3 926f7e5644d8
Foto: Reprodução/Internet
Priscila Rosas Manaus (AM)

A Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo terminou na última sexta-feira (14). Ela começou no dia 08 de agosto e iria até o dia 31 do mesmo mês, porém o índice de cobertura baixo em todo o País levou o Ministério da Saúde a prorrogar até o dia 14 de setembro nos municípios que não atingiram a meta.

A campanha não foi indiscriminada e todas as crianças na faixa etária de 1 ano até 4 anos, onze meses e 29 dias deveriam se vacinar independentemente da situação vacinal. O Ministério da Saúde estipula a meta de 95% de cobertura vacinal em todas as campanhas.

No Amazonas, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), a meta foi atingida quinta-feira para sarampo. Foram imunizadas 305,3 mil crianças (95,14%). Porém, a meta da pólio ainda não foi atingida.  Aproximadamente 292,5 mil crianças menores de cinco anos foram vacinadas, o equivalente a 91,14%. Vinte e oito municípios já bateram e até ultrapassaram as metas como é o caso de Uarini (136,4% para sarampo e131% para a pólio). 

Apesar dos números gerais serem bons, os municípios de Santa Isabel do Rio Negro, Anori, Tapauá, Canutama e Japurá estão com menos de 50% de cobertura para Sarampo e Pólio. Maués também está com menos de 50% de cobertura contra a poliomielite.  As vacinas estarão disponíveis nos municípios que não alcançaram a meta mesmo após o término da Campanha de Vacinação.

Manaus

A capital também alcançou a meta mínima. Segundo a Secretaria Municiapl de Saúde (Semsa), foram 132.087 vacinadas, representando 95,2% do público-alvo. Foram 183 salas de vacinas funcionando durante o período da Campanha, que teve um Dia D e uma intensificação.

As autoridades em saúde advertem aos pais e responsáveis que fiquem atentos ao calendário nacional de imunização tanto para a pólio quanto para o sarampo. 

Sarampo

Devido ao surto da doença, Manaus teve que adiantar a aplicação da tríplice viral, que imuniza contra o sarampo, rubéola e caxumba. Foram vacinadas 204.897 crianças, na faixa etária de 06 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, representando uma cobertura vacinal de 106,9%.

A vacina ainda está disponível nos postos de saúde e é indicada para a faixa etária de 06 meses até aos 49 anos de idade. A lista com o endereço das salas de vacina em Manaus pode ser acessada no site da Semsa (http://semsa.manaus.am.gov.br).

O último Boletim Epidemiológico do Surto de Sarampo no Amazonas, divulgado terça-feira (11) pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), apontou que o Estado tem 1.326 casos confirmados, em 14 municípios, e 9.653 notificações, envolvendo 46 municípios.

Em Manaus, segundo o 27° Informe Epidemiológico de Monitoramento do Sarampo, divulgado na segunda-feira (10) pela Prefeitura, na capital tem 881 casos confirmados da doença.  Os casos suspeito que estão sob investigação para a confirmação laboratorial ou descarte são 6.511. No total, desde o início do surto de sarampo no mês de fevereiro, Manaus tem 7.763 notificações da doença, o que inclui os 881 casos confirmados, 371 descartados e 6.511 casos suspeitos.

Publicidade
Publicidade