Domingo, 19 de Maio de 2019
Notícias

'The boat Challenge': 35 jovens empreendedores sociais foram desafiados a transformar Manaus

O desafio foi proposto pela Coca-Cola em parceria com a Global Shapers e a Impact Hub. Entre os dias 28 e 30 de junho, os jovens empreendedores ficaram embarcados propondo ideias inovadoras de negócios para transformar a capital amazonense. Um projeto foi o grande vencedor e mais quatro foram contemplados com consultoria especializada



1.jpg
Após 4,4 mil acessos, 35 projetos foram selecionados para participar do 'The Boat Challenge'
06/07/2015 às 14:53

Assim como no clássico  de Tom Jobim que diz ‘que é impossível ser feliz sozinho’, 35 jovens empreendedores de Manaus descobriram, entre os dias 28 e 30 de junho,  outro objetivo que é impossível atingir sozinho: empreender.

Durante três dias, eles ficaram embarcados no ‘The Boat Challenge’, projeto promovido pela Coca-Cola Brasil  para despertar o empreendedorismo com impacto social em jovens de Manaus.

No caminho de Parintins rumo à capital amazonense, eles  enfrentaram o desafio de passar suas ideias da cabeça para o papel e depois apresentá-las a uma banca de jurados ao final da viagem.
 
Não foi  fácil. Os integrantes de cada uma das oito equipes formadas por jovens de diversas áreas de atuação tiveram que aprender a trabalhar em parceria.

Só assim era possível apresentar a ideia mais  original e levar para casa, além do aporte de investimento inicial -seed money - o direito de ser a primeira empresa incubada na Impact Hub Manaus, aceleradora de negócios que visam o impacto social.

Transformação
O critério principal para apresentar o projeto final previa que o negócio gerasse impacto  e lucro a ser reinvestido  na expansão deste impacto na sociedade.

Entre as muitas ideias defendidas estava a de Luiz Henrique  Coelho, que  com apenas 15 anos, formatou junto com sua equipe a ideia do Jardim Manauara.

“Eu e o Matheus, meu colega de classe, tivemos a ideia quando estávamos no terraço do prédio dele. Foi quando percebemos que Manaus, uma cidade localizada no meio da Amazônia, não era verde e sim, cinza”, conta Henrique.

O questionamento deu origem ao projeto que foi um dos finalistas do evento e visa oferecer a moradores de condomínios em Manaus, o serviço de área de lazer verde e horta comunitária no alto dos prédios residenciais . 

“Além de mudar a ‘cara’ da cidade, pretendemos  utilizar o lucro para atingir áreas cada vez maiores”, defende.

Inovação
Outra equipe defendeu sua ideia e que acabou sendo consagrada a grande vencedora do desafio foi a Amazon Share.

A startup propôs a utilização de um aplicativo capaz de conectar ribeirinhos próximos a Manaus aos turistas nacionais e internacionais interessados em acessar pontos turístico de base comunitária no entorno da cidade.


“Foi um evento diferenciado pela imersão e potencializado pelo desafio de trabalhar sem internet. Mas a principal lição foi mesmo a de reconhecer a importância do trabalho em equipe. Tivemos que abrir a mente pra entender as ideias uns dos outros, definir a responsabilidade de cada um e trabalhar em prol de um resultado único”, avalia um dos integrantes da equipe, Tayke Monteiro, 25.  

O grande prêmio
O que você faria para transformar Manaus? A pergunta da coca-Cola e do grupo Global Shapers rendeu 4,4 mil acessos, 121 vídeos inscritos e 35 finalistas. 

Já no barco,  esse número caiu para oito grandes projetos que foram apresentados a uma banca de jurados ao final da viagem.  A Amazon Share foi  a startup campeã com direito a ser incubada na Impact Hub por seis meses e acelerada com um capital de investimentos.

Outras quatro iniciativas - Banheiro Seco, Edu Money, Empodera e Saúde nas Mãos também serão trabalhadas pela Impact Hub nos próximos meses.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.