Domingo, 19 de Maio de 2019
Notícias

Trabalhadores se reúnem para discutir substituição dos vigilantes por agentes de portaria

Na reunião, os trabalhadores adiantaram uma possível paralisação. A mudança proposta pelo Governo pode afetar cerca de 4 mil trabalhadores do Estado



1.jpg
Por unanimidade, os funcionários decidiram pela realização de nova Assembleia para a próxima quarta-feira (22)
14/07/2015 às 09:36

Trabalhadores da vigilância privada se reuniram nesta terça-feira (14) em Assembleia Geral para discutir as próximas ações a serem tomadas após o Governo anunciar uma futura substituição dos vigilantes por agentes de portaria. Na reunião, os trabalhadores adiantaram uma possível paralisação. A mudança proposta pelo Governo pode afetar cerca de 4 mil trabalhadores do Estado.

Por unanimidade, os funcionários decidiram pela realização de nova Assembleia para a próxima quarta-feira (22). Na terça (21), os representantes do Sindicato dos Vigilantes de Manaus (Sindvam) irão se reunir novamente com o titular da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia (Seplanct), Thomaz Nogueira.

"A Assembleia de quarta é para reunir os trabalhadores. Se a reunião com o secretário tiver um resultado positivo para nós, iremos discutir isso. Se não, iremos marcar uma paralisação por um dia", afirmou o presidente do Sindvam, Valderli Bernardo.

O sindicato informou, ainda, que deve decidir o eventual dia da paralisação na próxima Assembleia. Caso ela aconteça, uma próxima reunião será marcada para anunciar uma greve geral.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.