Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019
Notícias

Tradicionais 'Mercadinhos' sobrevivem na era dos shoppings centers

Mesmo na era dos shoppings centers e serviços requintados, os tradicionais mercadinhos sobrevivem e continuam atraindo clientela de alto nível. Oito exemplares semelhantes de mercadinhos, como são conhecidos, estão espalhados em vários bairros de Manaus e matém o mesmo ritmo há décadas



1.jpg Rosa Pinheiro representa um tipo antigo de comerciante que mantem com o cliente uma relação de amizade
17/02/2013 às 23:43

A avenida Djalma Batista é um dos espaços comerciais mais caros da cidade abrigando shoppings centers e lojas de grandes empresas. Mas nessa mesma via, de janelas envidraçadas e salas climatizadas, sobrevivem estabelecimentos comerciais como o Mercado Municipal Dorval Porto, comercializando estivas, carnes, peixes, verduras, frutas e ervas, que parecem não combinar com o estilo da maioria das edificações da rua, mas que se mantêm graças a uma clientela tão fiel que conhece o dono do boxe pelo nome.

Oito exemplares semelhantes de mercadinhos, como são conhecidos, estão espalhados em vários bairros de Manaus. Todos têm mais de 45 anos de existência. No Dorval Porto, Francisco Costa, 69, trabalha há mais de 40 anos. Ele chega religiosamente por volta das 6h para vender verduras e frutas. Com o passar dos anos, viu a clientela diminuir, mas a que se mantém é seleta. “Quem vem aqui sabe o que encontrar no mercado”, argumenta.  Na lista de fregueses estão parlamentares como o deputado federal Átila Lins e o irmão dele, o deputado estadual Belarmino Lins; o atual secretário de Educação do município, Pauderney Avelino; o conselheiro do TCE, Josué Filho, entre outros.

Herança recebida da mãe, o box com estivas onde trabalha Rosa Pinheiro, 58, foi a fonte da sobrevivência dela e dos filhos. “Trabalho aqui desde os oito anos de idade”, explica ela, enquanto mede o litro de farinha para atender ao cliente. 

“O bom do mercado e ter tudo o que a gente precisa, com preço menor”, afirma a dona de casa Maria Gomes, 66. Ela, no entanto, reivindica um cuidado maior com o local, que tem facilidades como um estacionamento gratuito.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa)






Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.