Terça-feira, 07 de Abril de 2020
Notícias

TRE adia novamente julgamento de liminar que suspendeu posse de Magalhães em Coari

Novo pedido de vista adiou julgamento da decisão. No placar, o resultado parcial é de dois votos pela manutenção da liminar e um pela derrubada



1.jpg Na sessão desta segunda-feira, o juiz Marco Antônio pediu vistas do processo
13/04/2015 às 17:53

O julgamento da liminar que suspendeu a posse de Raimundo Magalhães (PRB) na Prefeitura de Coari foi novamente adiado na sessão desta segunda-feira (13) do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM). Esse é a terceiro adiamento.

O juiz Affimar Cabo Verbe, que havia pedido vistas do processo no dia 6 deste mês, votou pela manutenção da decisão, de autoria do juiz Délcio Santos.



Dessa vez, o juiz Marco Antônio Pinto da Costa foi quem pediu um prazo maior para firmar opinião sobre a decisão liminar.

Por enquanto, o placar está com dois votos pela permanência da liminar (Délcio Santos e Affimar Cabo Verde) e um pela derrubada da decisão (Ricardo Sales). Os demais magistrados optaram por não adiantar voto durante a sessão.

Enquanto os magistrados discutiam a liminar, cerca de 400 manifestantes, segundo estimativa da Polícia Militar, protestavam em frente à sede provisória do tribunal, no campus da Universidade Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.