Publicidade
Cotidiano
Notícias

Trinta e sete mil imigrantes foram interceptados no Eurotúnel desde janeiro desde ano

Nas últimas semanas, o túnel no Canal da Mancha tem sido invadido diariamente pelos imigrantes mantidos em Calais pelas autoridades, mas que querem passar para o Reino Unido 29/07/2015 às 18:33
Show 1
Segundo a empresa, entre a noite de terça-feira e o dia de hoje, houve 1,5 mil tentativas de invasão do túnel, e uma pessoa morreu
Agência Brasil/Agência Lusa ---

O grupo Eurotúnel disse hoje (29) que interceptou, desde janeiro, mais de 37 mil imigrantes e pediu à França e ao Reino Unido que tenham uma “resposta apropriada”. Segundo a empresa, entre a noite de terça-feira e o dia de hoje, houve 1,5 mil tentativas de invasão do túnel, e uma pessoa morreu.

“O Eurotúnel alertou, há vários meses, a comissão intergovernamental do túnel sobre o Canal da Mancha e os Poderes Públicos sobre a explosão do número de imigrantes presentes em Calais [Norte da França] e as consequências, às vezes dramáticas, que isso poderá ter”, diz nota divulgada pelo grupo que gere a concessão do túnel no Canal da Mancha. 

A nota destaca que a situação “ultrapassa o que um concessionário pode fazer de forma razoável”.

Nas últimas semanas, o túnel no Canal da Mancha tem sido invadido diariamente pelos imigrantes mantidos em Calais pelas autoridades, mas que querem passar para o Reino Unido.

De ontem para hoje, 1,5 mil imigrantes tentaram invadir o local e, na véspera, cerca de 2 mil tentaram passar pelo túnel, que liga a França ao Reino Unido, números jamais vistos pelo 

O grupo Eurotúnel disse hoje (29) que interceptou, desde janeiro, mais de 37 mil imigrantes e pediu à França e ao Reino Unido que tenham uma “resposta apropriada”. Segundo a empresa, entre a noite de terça-feira e o dia de hoje, houve 1,5 mil tentativas de invasão do túnel, e uma pessoa morreu.

“O Eurotúnel alertou, há vários meses, a comissão intergovernamental do túnel sobre o Canal da Mancha e os Poderes Públicos sobre a explosão do número de imigrantes presentes em Calais [Norte da França] e as consequências, às vezes dramáticas, que isso poderá ter”, diz nota divulgada pelo grupo que gere a concessão do túnel no Canal da Mancha. 

A nota destaca que a situação “ultrapassa o que um concessionário pode fazer de forma razoável”.

Nas últimas semanas, o túnel no Canal da Mancha tem sido invadido diariamente pelos imigrantes mantidos em Calais pelas autoridades, mas que querem passar para o Reino Unido.

De ontem para hoje, 1,5 mil imigrantes tentaram invadir o local e, na véspera, cerca de 2 mil tentaram passar pelo túnel, que liga a França ao Reino Unido, números jamais vistos pelo 


Publicidade
Publicidade