Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020
SAÚDE EM PAUTA

Troca de gestão na Susam vira debate em sessão virtual da Aleam

“Veio para somar e ajudar nessa construção da nova saúde do Amazonas”, comentou a deputada Joana Darc. Simone Papaiz substituiu, hoje, o agora ex-secretário Rodrigo Tobias



920539D6-666C-4C90-941B-3B882D0F55E7_3B331B3E-9FED-4A68-8797-4044A5DE75D2.jpeg Foto: Divulgação
08/04/2020 às 13:43

A nomeação da nova secretária de Estado de Saúde (Susam), a biomédica Simone Papaiz, foi tema de discussão entre os deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM). As opiniões foram dadas durante a sessão plenária online, desta quarta-feira (8).

Na ocasião, os parlamentares deliberavam sobre o projeto de lei nº134/20, de autoria do deputado estadual delegado Péricles (PSL), que trata sobre a transparência nos contratos emergenciais firmados pela Administração Pública estadual.



O governador do Estado, Wilson Lima (PSC), anunciou a exoneração do ex-secretário de saúde, Rodrigo Tobias, em coletiva de imprensa. Segundo o governador, Rodrigo Tobias, vai se dedicar ao trabalho de pesquisa, também contribuindo com estudos de alternativas de tratamento do novo coronavírus (Covid-19), enquanto a biomédica paulista Simone Papaiz, especialista em gestão hospitalar, assume a pasta.

O projeto de lei do Delegado Péricles foi aprovado pelos parlamentares e estabelece que a Administração Pública Estadual deverá publicar, em site eletrônico da transparência, a relação de todos os contratos que forem firmados em caráter emergencial, decorrente do período de calamidade pública, causado pela Epidemia da covid-19.

O delegado Péricles disse que o projeto de lei faz parte das iniciativas de combate à corrupção, iniciadas pelo parlamentar na formulação de outras leis aprovadas. “Há necessidade de compras de urgência, pelo governo do Estado, e a gente precisa saber de tudo o que se passa com relação a essas aquisições”.

A deputada estadual Joana Darc (PL), que é líder do governo do Estado na ALE-AM, disse que a transição na pasta da Saúde foi trabalhada há meses pelo governo do Estado.  A parlamentar acrescentou que Rodrigo Tobias é muito empenhado na questão de pesquisas pela Fiocruz e continuará trabalhando neste sentido para ajudar a saúde pública do Amazonas.

“Quanto à nova secretária, drª. Simone, desejo toda sorte nesta nova função. É uma profissional gabaritada que com toda certeza só veio somar e ajudar nessa construção da nova saúde do nosso Estado. Será um braço forte no enfrentamento ao coronavírus e como ela mesma destacou, será incansável no que diz respeito ao avanço da saúde no Amazonas”, ressaltou a deputada.

O deputado estadual Adjuto Afonso (PDT) disse que espera que a nova secretária venha a ‘somar nesse momento tão difícil’. O parlamentar solicitou da população e dos parlamentares ‘um voto de confiança’ para que o trabalho seja fiscalizado.

Antes da votação, o deputado estadual Wilker Barreto (Pode) iria apresentar um requerimento para solicitar presença do secretário de saúde, Rodrigo Tobias, em plenária da Aleam mas foi avisado pelo deputado Dermilson Chagas (PH) que o então titular da Susam já havia sido exonerado. Wilker Barreto criticou o fato de Simone ser paulista enquanto, de acordo com o deputado, há outros nomes capacitados para a função na região norte.

Além disso, o parlamentar se posicionou favorável ao projeto de lei do Delegado Péricles e disse que a transparência dos gastos do governo é necessária para a fiscalização dos órgãos competentes.

“Não sou barrista, mas ela está vindo de São Paulo. Tomara que ela seja a melhor profissional da área. Subtende-se que ela tenha a fórmula de enfrentamento do coronavírus.  Rogo a Deus que ela esteja preparada para a função. Não dá tempo de chegar na cadeira e pedir tempo para aprender”, disse o parlamentar.

O deputado estadual Sinésio Campos (PT) afirmou que é favorável ao PL nº134/20 e acrescentou que a discussão sobre os gastos emergenciais é oportuna.  O parlamentar fez observações quanto a escolha de Wilson Lima para o comando da Susam.

“Quero que o governo do Estado reduza as incidências das mortes por coronavírus e que aquele frigorífico não seja um depósito de gente. O governador tem a prerrogativa de escolher quem ele quiser para ser seu secretário, mas na atual situação, que seja uma pessoa que reconheça a realidade do Estado do Amazonas, o que não é fácil”, disse o parlamentar.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.