Publicidade
Cotidiano
Notícias

TSE aceita recurso do deputado estadual Francisco Souza e o considerando eleito

Francisco Souza teve o registro indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) porque deixou de fazer o recadastramento biométrico e teve o título de eleitor cancelado 18/12/2014 às 09:15
Show 1
Francisco Souza fez o cadastramento biométrico em Iranduba com atraso
Janaína Andrade Manaus (AM)

As vésperas da diplomação dos eleitos na recente votação de outubro, o deputado estadual Francisco Souza (PSC) teve o seu pedido de candidatura deferido durante sessão plenária de quarta-feira (17), no Tribunal Superior Eleitoral em Brasília. Foram 5 votos a favor e 2 votos contra.

Francisco Souza teve o registro indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) porque deixou de fazer o recadastramento biométrico na comarca de Iranduba, na qual é registrado, e teve o título de eleitor cancelado. O deputado entrou com recurso no TSE e disputou a eleição.

Com 19.938 votos obtidos na eleição de outubro, Francisco Souza foi 20º candidato a deputado estadual mais votado do Amazonas. Se os votos dele tivessem sido validados, ele tomaria a vaga conquistada pelo vereador Francisco Gomes (PSD), que teve 16.766 votos. Os dois concorreram pela coligação Fazendo Mais por Nossa Gente 1, composta pelo PSD, Pros, PSDB e PSC, que conquistou sete cadeiras na Asssembleia Legislativa (ALE-AM).

O processo no TSE teve como relatora a ministra Luciana Guimarães Lóssio.

No dia 27 de novembro o Tribunal Superior Eleitoral sepultou a chance do deputado Francisco Souza renovar o mandato por mais quatro anos. A corte rejeitou o recurso no qual o parlamentar tentava regularizar o seu registro de candidatura.

A solenidade de diplomação dos eleitos na recente votação de outubro – deputados estaduais, federais, senador e governador, com seu vice – acontecerá hoje no teatro do Centro Educacional Século, na avenida Coronel Teixeira, às 10h. Solenidade que terá à frente a desembargadora Socorro Guedes Moura, presidente do Tribunal Regional Eleitoral.

A decisão faz com que deixe de assumir a vaga de deputado o vereador Francisco Gomes (PSD).


Publicidade
Publicidade