Sábado, 20 de Abril de 2019
publicidade
marinasilva.jpg
publicidade
publicidade

JUSTIÇA

TSE determina que Facebook retire perfil com fake news sobre Marina Silva

Esta é a primeira vez que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) toma uma decisão do gênero. Segundo o partido Rede Sustentabilidade, o perfil anônimo publicou cinco textos inverídicos


07/06/2018 às 20:05

O ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Sérgio Banhos determinou hoje (7) que o Facebook retire ao ar um perfil anônimo que divulgava fatos inverídicos sobre a ex-senadora e pré-candidata à Presidência da República Marina Silva. Com a decisão, a empresa terá 48 horas para remover o conteúdo, além de fornecer os dados dos administradores do conteúdo.

A decisão do ministro foi tomada a partir de uma ação do partido Rede Sustentabilidade. A legenda alegou que foram publicados cinco textos que associavam Marina Silva a atos de corrupção.

Segundo o partido, a ex-senadora não é investigada em nenhum processo em andamento na Justiça.

Ao decidir sobre a questão, o ministro afirmou que, embora a Constituição garanta a liberdade de expressão, a proteção não se estende a casos de manifestação anônima. “Devemos estar dispostos e engajados em fazer destas eleições uma disputa leal, com incondicional respeito às regras do certame eleitoral, demonstrando fidelidade às instituições e ao regime democrático”, entendeu o ministro.

publicidade
publicidade
Alexandre de Moraes revoga decisão que mandou site retirar notícia do ar
Quatro mandados são cumpridos no Amazonas durante operação Fox
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.