Terça-feira, 30 de Novembro de 2021
DEFINIÇÃO

TSE determina realização imediata de novas eleições para a Prefeitura de Coari

Portaria do TSE que estabelece datas possíveis para eleições suplementares em 2021 reserva os dias 7 de novembro e 5 de dezembro



1634241794857494_DA921514-34AA-461A-B647-65077B91A7C9.JPG
14/10/2021 às 16:03

Uma nova decisão do ministro do Tribunal Superior Eleitoral Carlos Horbach determinou a realização imediata de novas eleições para a Prefeitura de Coari. 

No último dia 07, por unanimidade, o TSE cassou o registro de candidatura de Adail Filho, eleito no ano passado mas que não chegou a assumir. Naquela ocasião, havia uma determinação de que as eleições fossem realizadas até novembro.



Nesta nova decisão, o ministro Carlos Horbach determina que a nova eleição siga o calendário de eleições suplementares do TSE, estabelecido pela portaria 875/2020. Pelo documento, as duas próximas datas disponíveis para eleições são: 7 de novembro e 5 de dezembro.

Carlos Horbach afirmou ainda que a realização das novas eleições independe da publicação do acórdão da votação do último dia 7, quando o órgão cassou o registro de candidatura de Adail Filho por entender que a eleição dele configurava um terceiro mandato consecutivo de um mesmo grupo familiar. 

A tendência é que o primo de Adail, Keitton Pinheiro, seja o candidato do grupo. Por não ser parente de primeiro grau, ele pode concorrer normalmente mesmo sendo da família. Keitton era o candidato a vice na chapa que ganhou mas não levou nas eleições passadas e já foi até 'lançado' pelo primo como candidato.

Keitton deve enfrentar o radialista Robson Tiradentes, que foi o segundo colocado nas eleições de 2020 e o responsável pela ação na Justiça Eleitoral que cassou o registro de candidatura de Adail Filho. 
 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.