Publicidade
Cotidiano
Notícias

TV OLED de R$ 40 mil produzida em Manaus

Alta tecnologia: da linha de montagem da LG saem 15 delas por hora. Empresa aposta na Copa de 2014 para impulsionar demanda 15/11/2013 às 09:53
Show 1
Suk Jong Lee, quando apresentava a Thomaz Nogueira a nova TV OLED da LG
Olívia de Almeida Manaus (AM)

A fabricante sul-coreana LG iniciou ontem a produção de sua primeira TV OLED com tela curva no Polo Industrial de Manaus (PIM). Estão sendo fabricados em média 15 aparelhos por hora na linha de produção da empresa. O televisor, que deve custar cerca de R$ 40 mil, chegará ao varejo amazonense no início do próximo ano.

Segundo o presidente da LG, Suk Jong Lee, a novidade é um marco histórico para a empresa em termos de inovação. A empresa aposta na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, para consolidar a liderança no mercado. A expectativa é que o segmento de televisores cresça 17% no País, no próximo ano, influenciado pelo evento.

Para o superintendente da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Thomaz Nogueira, a novidade mostra o potencial e evolução dos produtos fabricados do PIM, visto que o televisor da LG foi lançado simultaneamente no Brasil, Coreia, Estados Unidos, Alemanha e China.

Os produtos eletrônicos representa 33% do total de faturamento do PIM. “Dentro desse segmento, a televisão representa quase 50%”, informou Nogueira, acrescentando que desde outubro a produção tem sido aquecida por conta da Copa do Mundo. “Daqui pra frente deve continuar assim, porque todo mundo quer ter uma TV de melhor qualidade para assistir os jogos”, aponta o superintendente.

Tecnologia

A gerente de marketing de Home Entertainment da LG Eletronics do Brasil, Fernanda Summa, explicou que a tecnologia OLED permite que cada pixel emita luz própria quando acionado, dessa forma, não é necessário o backlight (iluminação traseira), o que proporciona uma tela de apenas 4,3 mm de espessura e deixa a TV mais fina que um smartphone.

Além disso, a tecnologia permite diminuir os borrões e melhorar o contraste, proporcionado pelo famoso preto real, como em um televisor tradicional. “Com o início da produção local ganharemos força para distribuir o produto para todo o País”, afirma Fernanda.

O grande diferencial da TV OLED é a tecnologia WRGB, criada pela marca, que adiciona um subpixel branco à tradicional combinação RGB (vermelho, verde e azul, em inglês), que forma as cores das imagens exibidas na tela. Outros benefícios dessa tecnologia são cores perfeitas, imagens mais vibrantes e naturais e menos impacto ao meio ambiente, pois reduz o consumo de energia.

“A LG alcançou a liderança esse ano no segmento de televisores com 30.6% de mercado, somos também líderes em 3D e ultra HD, e segundo lugar de Smart TV”, disse Fernanda, que observa que entre as características que o consumidor leva em conta na hora de comprar uma TV é o tamanho de tela e a qualidade de imagem.

Publicidade
Publicidade