Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
Intercom Norte

Ufam conquista 18 prêmios na Expocom em Roraima

Congresso de Ciências da Comunicação na Região Norte, realizado em Roraima, distribuiu 49 premiações



sdfsdf_.JPG Cerca de 800 congressistas participaram do Intercom 2016 (Fotos: Divulgação/Agex Uninorte)
11/07/2016 às 12:19

A Universidade Federal do Amazonas (UFAM) foi a instituição que mais conquistou prêmios na Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), que encerrou na última sexta-feira. Dos 49 que estavam em disputa, a Ufam trouxe 18 para o Amazonas. As universidades particulares também tiveram destaque e conquistaram, em média, 10 títulos.

Desde 2013, o Estado têm se destacado consecutivamente no Congresso de Ciências da Comunicação (Intercom) na Região Norte, liderando o número de prêmios. Este ano, o congresso foi realizado pela Universidade Federal de Roraima (UFRR) em parceria com a Faculdade Estácio da Amazônia (Estácio Atual), com o tema “Comunicação e Educação entre Fronteiras: caminhos integrados para um mundo em transformação”.

Superando a crise

Ao todo, 80 trabalhos concorreram ao Expocom e 800 congressistas participaram do evento. “Com a crise que o País enfrenta, as passagens ficaram  caras e houve um efeito sob o congresso, que no ano passado registrou mais de mil participantes. Porém, na nossa avaliação, foi um sucesso. O público só mostra que a área de comunicação está cada vez mais fortalecida”, frisou Allan Rodrigues,  diretor regional Norte da entidade.

Para ele, as instituições particulares também têm feito a diferença no Intercom. “As universidades privadas têm incentivado e investido cada vez mais seus alunos e professores e o resultado disso é temos mantido a liderança”, complementou.

O Centro Universitário do Norte (Uninorte Laureate) conquistou cinco prêmios dos sete que concorreu.  A   coordenadora dos cursos de Comunicação da Uninorte, Edilene Mafra, destaca a seriedade e responsabilidade com que os jovens pesquisadores têm produzido os trabalhos.  “O ponto alto da disputa foi o Expocom. Tive a sorte de ter dois orientandos meus que ganharam o prêmio. São alunos que se dedicaram pra valer, tiveram todo o cuidado na hora de fazer a inscrição”, disse. 

Edilene se referiu aos egressos do curso Rádio, TV e Internet, Dani Gonzaga e Benevides Netto, que conquistaram os prêmios nas categorias Cinema e Audiovisual – modalidade Documentário e Rádio e TV e modalidade ficção em vídeo.  “Benevides apresentou o documentário “O caminho das águas”, que mostra como os ribeirinhos se identificam e como têm sobrevivido na zona metropolitana, abordando toda uma questão da cultura que vem se perdendo por conta do desenvolvimento urbano”, explicou Edilene.

Webserie

Dani Gonzaga ganhou o prêmio com a  webserie “É Bem Capaz!”, que tem como tema as lendas amazônicas na atualidade.  “Escolhemos esse tema porque queríamos um projeto que promovesse a cultura amazônica e despertasse o interesse dos jovens pela cultura regional. Optamos pela internet por ser um meio prático e rápido de comunicação além de proporcionar um maior alcance de público e satisfazer a necessidade do público contemporâneo”.

FBN sediará o Intercom de 2017

Em 2017, o  Congresso de Ciências da Comunicação (Intercom) na Região Norte acontecerá em Manaus e será realizado pela Faculdade Boas Novas.  Em 2013, Manaus sediou o evento regional na Universidade Martha Falcão e no ano passado a Uninorte realizou o Intercom nacional.

Neste ano, a Faculdade Boas Novas trouxe um prêmio dos cinco que concorreram, na categoria ‘Programa de Rádio’. O coordenador dos cursos de comunicação Danlucio Reis  comentou que a universidade já está se preparando para receber os congressistas no ano que vem. “Mesmo tendo conseguido apenas um prêmio, estamos felizes com o resultado e ansiosos para realizar o congresso regional no próximo ano”, disse.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.