Sábado, 25 de Janeiro de 2020
Notícias

UFAM homologa implantação do curso de Medicina em Coari

Para a reitora da UFAM, professora doutora Márcia Perales, a homologação da implantação do curso de Medicina em Coari é uma vitória de todos os envolvidos



1.jpg Entrada do campus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em Manaus
18/05/2015 às 18:41

Dois dias depois de representantes das comissões de infraestrutura, equipamentos e pessoal reunir com o prefeito de Coari, Raimundo Magalhães, a Universidade Federal do Amazonas (UFAM) divulgou em seu site, que em reunião realizada na manhã da última sexta-feira (15), o Conselho Universitário da Instituição (Consuni) homologou duas resoluções da Câmara de Ensino de Graduação (CEG), do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Concepe), que tratam, respectivamente, da aprovação do Projeto Pedagógico, e regulamentação do Curso de Medicina (diurno) no Instituto de Saúde e Biotecnologia (ISB) – Campus da UFAM em Coari.

O prefeito Magalhães, que está cumprindo agenda de trabalho em Manaus comemorou a notícia. “Isso é um sinal de que estamos no caminho certo, e as instituições estão confiantes no nosso trabalho”, disse. Magalhães aproveitou para dizer que hoje esteve reunido com a diretora técnica do Sebrae/AM, Lamisse Cavalcante, em Manaus, onde iniciou a discussão para uma grande parceria entre o Sebrae e a Prefeitura de Coari.



“Nosso objetivo é promover uma revolução na política de incentivo à agricultura familiar, através da implementação do Banco do Povo em Coari”, garantiu. Na reunião ocorrida na semana passada entre o prefeito Magalhães e os representantes das comissões de infraestrutura, equipamentos e pessoal, o arquiteto Emiliano Pereira, o médico e professor Ivan Tramujas e o médico Luiz Fernando, ambos responsáveis pela articulação da implementação da escola de medicina em Coari, foi efetivada a parceria entre a UFAM e o Município de Coari, com a doação do terreno onde será construído o prédio da escola de medicina, localizado na entrada do Bairro Nazaré Pinheiro.

Segundo o arquiteto Emiliano Pereira, a obra está prevista para ser iniciada no início do ano de 2016, e deve ser concluída em 18 meses. O prédio terá uma área de 4.500m², com quatro pavimentos. Para a reitora da UFAM, professora doutora Márcia Perales, a homologação da implantação do curso de Medicina em Coari é uma vitória de todos os envolvidos. “Quero agradecer à faculdade de Medicina porque foi muito importante, e será, no processo de implantação. Agradecer também ao ICB (Instituto de Ciências Biológicas) e ao ISB de Coari. Isso é uma conquista da UFAM, da sociedade, para que possamos não só ampliar vagas, mas ampliá-las numa área onde nós temos umquantitativo insuficiente de médicos para as demandas postas na sociedade. O Consuni fez isso com muita clareza e serenidade”.

Inovação

Conforme a publicação do site da instituição, o Projeto Pedagógico do Curso de Medicina a ser implantado no ISB/ UFAM Coari, possui rincípios inovadores na formação dos futuros bacharéis de Medicina, que serão médicos generalistas, com atenção essencialmente voltada à Saúde Básica (SUS). De acordo com esse novo modelo, o aluno é colocado precoce (1º período) e intensamente (oito horas práticas por semana) em atividade na Unidade Básica de Saúde (UBS) e fará visitas domiciliares, no cumprimento de uma disciplina chamada `Família e Comunidade´, que figura longitudinalmente em todos os períodos que antecedem ao Estágio Curricular Supervisionado. Ou seja, desde o início, o aluno integra-se à equipe e faz, tutelado, todas as atividades atinentes à atenção básica. Esse modelo de formação permite que o acadêmico de Medicina se integre a um sistema ordenado, voltado para o perfil epidemiológico, proporcionando a aquisição de conhecimentos técnicos, responsabilidade social e atitudes eticamente relevantes.

*Com informações da assessoria de comunicação.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.