Publicidade
Cotidiano
DESIGN

Identidade visual bem elaborada é importante para dar visibilidade aos negócios

As ferramentas de comunicação visual despertam a atenção do consumidor para o empreendimento 02/07/2017 às 05:00
Show one coffee
A cafeteria One Coffee, no Vieiralves, investe na comunicação visual visando consolidar seu público e sua posição no mercado. Foto: Clóvis Miranda
Larissa Cavalcante Manaus (AM)

Em um mercado cada vez mais competitivo, com produtos e serviços semelhantes em todo lugar, uma comunicação visual de qualidade pode fazer toda a diferença no sucesso de um negócio. Um design agradável, criativo e marcante instintivamente convida o cliente, gerando interesse. 

A empresa One Coffee oferece diferentes tipos de bebidas à base de café, pratos salgados e happy hour nas sextas-feiras. De acordo com o sócio proprietário Allan Kardec Filho, o investimento em comunicação visual já estava previsto desde a concepção da empresa e para conhecer a área de design gráfico os gestores recorreram aos livros.
“É uma prática que muitos empresários deveriam adotar. Nesse processo, idealizamos como seria a identidade visual da marca, a análise de significado e realizamos várias provas e testes. Após abrir, ainda fizemos algumas modificações”, conta.

Para Allan, as ferramentas de comunicação visual despertam a atenção do consumidor para o empreendimento. “Quando o cliente vem até a loja, é a nossa oportunidade de mostrar para ele que aquilo que está nas redes sociais é real”, disse.

Atuando há 18 anos no mercado como designer, Beto Coelho pondera que o papel do designer gráfico é traduzir através de conceitos, imagens, formas e cores o posicionamento da empresa no mercado, além de facilitar, visualmente, a compreensão de informações importantes do negócio.  Para ele, a identidade visual é o ponto de contato fundamental de uma empresa. Destaca que entrar no mercado sem uma identidade visual própria, bem construída, é correr o risco de não ser reconhecido pelo público, o que pode ser fatal para o negócio.

“Qualidade percebida, termo usado por designers que traduz muito bem o papel da identidade visual, é a visão que o cliente tem sobre uma marca tendo como parâmetro suas necessidades, expectativas e o posicionamento de outras marcas concorrentes”, explica Beto Coelho.

Ele considera que mesmo sem nunca ter visto a marca ou ter tido qualquer tipo de experiência com ela, através de uma identidade bem construída, o consumidor é capaz de perceber do que se trata aquele negócio, como ele se comporta e se é confiável ou não.

Formada em design e trabalhando como diretora de arte em agência de publicidade, Dayd Gonçalves explica que design é essencial para qualquer tipo de empreendimento, pois dá funcionalismo as coisas e agrega valor ao negócio. “O empreendedor tem uma fábrica de bolos e comercializa em embalagens descartáveis. Dessa forma, não apresenta o mesmo valor que o produto vendido em uma embalagem bem trabalhada com atrativos e com uma identidade visual bem resolvida”, ressalta.

Cabe a este profissional produzir a comunicação visual de uma empresa que vai desde o nome até a mensagem recebida pelo consumidor final. “Investir em design, é investir na sua marca. É você valorizar a sua marca. Hoje você não vende só o produto, mas sim uma marca”, pondera Dayd.

Formação

Instituições de ensino superior de Manaus, como Fametro e Uninorte, oferecem o curso Tecnologia em Design Gráfico, com a titulação de Tecnólogo em Design Gráfico, com as competências para atuar tanto na área gráfica quando na área digital. O profissional também poderá continuar os estudos em cursos de pós-graduação lato sensu e strictu senso. 

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) possui a graduação de Design na modalidade bacharelado com duração de quatro anos. A Fucapi oferece o curso ‘Design com ênfase em Interface Digital’ com duração de três anos e grau acadêmico de bacharel.

Publicidade
Publicidade