Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020
Notícias

Uma semana depois da queda de Cid Gomes, cai mais um ministro do Governo Federal

Thomas Traumann pediu demissão após vazamento de documento da Semcom



1.jpg Não há informações sobre o substituto de Traumann na pasta
25/03/2015 às 16:52

A presidenta Dilma Rousseff aceitou nesta quarta-feira (25) o pedido de demissão do ministro da Secretaria de Comunicação de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Thomas Traumann.

O ministro da Secom é o segundo da equipe do novo mandato de Dilma a deixar o governo em uma semana. Na quarta-feira (18), o ministro da Educação, Cid Gomes, pediu demissão após se envolver em polêmica com o Congresso Nacional. Na quinta-feira (19), a presidenta descartou uma reforma ministerial e disse que a mudança do comando da Educação era “pontual”.



A saída de Traumann ocorre uma semana depois do jornal O Estado de S.Paulo revelar um documento da Semcom que fez críticas à comunicação do governo e admitia o uso de softwares  para disseminar conteúdo favorável ao Planalto nas redes sociais.

“A presidenta agradeceu a competência, dedicação e lealdade de Traumann no período como ministro e porta-voz”, diz o texto divulgado pela Secretaria de Imprensa da Presidência.

Não há informações sobre o substituto de Traumann na pasta.

*Com informações da Agência Brasil


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.