Publicidade
Cotidiano
NÚMEROS

Unidades de saúde do Amazonas registraram mais de 62 mil internações em 2018

Hospitalizações relacionadas a partos e período pós-parto correspondem a 36,85% do total do Estado 15/07/2018 às 18:08
Show 28deagosto
Foto: Winnetou Almeida/Arquivo-AC
acritica.com Manaus (AM)

As unidades de saúde do Amazonas registraram 62.928 internações entre janeiro e maio de 2018, de acordo com dados do Sistema de Informações Hospitalares do SUS, do Ministério da Saúde. Hospitalizações relacionadas a partos e puerpério, período pós-parto até a volta da menstruação da mulher, correspondem a 36,85% do total.

Segundo os números do Ministério da Saúde, de outubro de 2017 até o mês de maio (última atualização), as unidades de saúde do Amazonas registraram 106.929 internações – 63.998 somente em Manaus (59,85%).

Nos últimos oito meses, a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) abriu 340 novos leitos. Foram 289 leitos de internação e 51 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Unidade de Cuidados Intermediários (UCI).

Dentro deste número, a Susam colocou em funcionamento no primeiro semestre de 2018 oito leitos de UTI que estavam desativados no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, por falta de equipamentos essenciais.

Esses leitos foram adequados aos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde e a Susam equipou-os com monitores cardíacos, respiradores, oxímetros de pulso e camas hospitalares. Com isso, ampliou de 32 para 40 o número de leitos de UTI no 28 de Agosto.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, o número de leitos abertos no período equivale à construção de um hospital inteiro. “A quantidade de leitos de internação representa um hospital. Fizemos tudo isso sem ampliar construção, mas colocando equipamentos, redimensionando recursos”, afirmou Deodato.

Cinco dos leitos de UTI e UCI ativados neste período foram em maternidades da rede estadual. Foram quatro leitos de UCI convencional e um de UTI neonatal.

Também fazem parte destes 340 novos leitos, os 20 que abriram no Hospital do Careiro Castanho - obra já concluída, assim como os 13 leitos da Sala Inteligente da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), recém inaugurada.

Publicidade
Publicidade