Publicidade
Cotidiano
FISCALIZAÇÃO

Unidades prisionais de Itacoatiara passam por procedimento de revista nesta quinta

Durante a operação nas duas unidades foram apreendidos três aparelhos celulares, três trouxinhas de entorpecente, oito estoques e R$ 20,00 em espécie. 23/03/2017 às 18:15 - Atualizado em 23/03/2017 às 18:16
Show img 8934
Revista foi feita na manhã de hoje (Foto: Stéfany Seixas / Seap)
acritica.com Manaus (AM)

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) realizaram, na manhã desta quinta-feira (23), um procedimento de revista na Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI) e na Unidade Prisional Mista de Itacoatiara, no município localizado cerca de 280 km em linha reta da capital. As ações de revista tiveram início por volta das 10h e contaram com o efetivo de 70 pessoas, entre policiais militares do Comando de Policiamento Especializado (CPE), servidores da Seap e agentes de socialização da Umanizzare Gestão Prisional.

De acordo com o secretário de Estado de Administração Penitenciária, tenente-coronel da Polícia Militar do Amazonas, Cleitman Coelho, as unidades do município de Itacoatiara passaram pelo primeiro procedimento de revista da nova gestão, que pretende realizar uma vistoria minuciosa em todas as unidades prisionais do Amazonas. “Na capital já estamos com os trabalhos desde janeiro. Precisamos agora voltar nossa atenção também para o interior e aplicar as mesmas diretrizes de retirar todo e qualquer objeto não permitido entre os internos”.

Durante a operação nas duas unidades foram apreendidos três aparelhos celulares, três trouxinhas de entorpecente, oito estoques e R$ 20,00 em espécie. A população carcerária da UPI é de 137 internos, sendo 86 no regime provisório e 51 condenados. Na Unidade Prisional Mista, a população carcerária é de 78 internos, sendo 63 homens e 15 mulheres.

Revistas nas unidades do interior - As unidades prisionais do interior vão passar pelos mesmos procedimentos que os presídios da capital estão recebendo desde o início do ano, para o controle do sistema prisional e retirada de objetos que não são permitidos nas unidades. Além das duas unidades em Itacoatiara, a Seap administra os presídios dos municípios de Coari, Humaitá, Parintins, Maués, Tabatinga e Tefé.

Publicidade
Publicidade