Publicidade
Cotidiano
Notícias

Usuários destroem instalações da operadora Vivo em Apuí (AM) em protesto por melhoria de sinal

Desde segunda (2), clientes da Vivo não conseguem fazer nem receber chamadas devido à péssima qualidade do sinal no município. Com o incêndio, mais de 12 mil linhas ficaram totalmente sem sinal e não há previsão de retorno 05/03/2015 às 17:31
Show 1
Com o incêndio, mais de 12 mil linhas móveis ficaram totalmente sem sinal
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Uma multidão de usuários da operadora de telefonia móvel Vivo do município de Apuí, furiosos com o serviço da empresa na cidade, que fica a 408 quilômetros de Manaus, invadiram e atearam fogo às instalações da companhia na manhã desta quinta-feira (5).

Desde segunda-feira (2), os clientes da Vivo não conseguiam fazer nem receber chamadas devido à péssima qualidade do sinal. Por volta de 9h desta manhã, eles foram à torre da operadora e tocaram fogo em pneus na entrada da área que dá acesso a ela.

Com o incêndio, mais de 12 mil linhas móveis ficaram totalmente sem sinal e não há previsão de retorno. Esse já é o segundo protesto feito por usuários da Vivo para pedir pela melhora da qualidade do sinal em Apuí.

Em janeiro de 2014, uma manifestação pacífica foi realizada para abrir o diálogo com a empresa. Na época, uma equipe da companhia chegou a ir a Apuí, mas nenhuma melhora substancial foi percebida pelos clientes da operadora.

Em nota, a Vivo informa classificou os atos como "vandalismo" e atribuiu as dificuldades encontradas pelos usuários para utilização do serviço de voz da empresa ao incêndio.

"Equipes técnicas estão a caminho do local para tomar as providências necessárias à normalização do serviço no menor prazo possível. [...] A ocorrência não provocou vítimas e a empresa já solicitou a apuração dos fatos às autoridades responsáveis", concluiu o documento.

Publicidade
Publicidade