Publicidade
Cotidiano
Notícias

Vaga para estacionar no Centro de Manaus custará R$ 2,45 por hora

A partir de outubro, Zona Azul começará a funcionar com 12,8 mil vagas em três ruas do Centro, às segundas, sextas e sábados. Motorista deverá ter cartão para usar sistema 05/08/2015 às 10:06
Show 1
Cada motorista poderá utilizar vaga por, no máximo, três horas seguidas
acritica.com ---

O contrato de concessão para instalação e funcionamento do sistema de estacionamento rotativo no Centro de Manaus, conhecido como “Zona Azul”, foi assinado ontem pelo prefeito de Manaus, Arthur Neto, e pelo diretor do Consórcio Amazônia, Melchior Luiz Duarte – empresa que administrará o sistema. A partir de outubro estacionar nas ruas do Centro custará R$ 2,45 por hora, e cada motorista poderá usar a vaga por, no máximo, três horas seguidas. Serão 12,8 mil vagas.

A partir do contrato firmado por 10 anos, prorrogáveis por mais 10 anos, a concessionária terá um prazo de 90 dias para implantar o primeiro lote que inclui 2,1 mil vagas, e 180 dias para implantar mais 1,1 mil vagas, estimadas para o segundo lote. O sistema “Zona Azul” irá contemplar o seguinte perímetro: as avenidas Lourenço da Silva Braga e Joaquim Nabuco, e ruas Ramos Ferreira e Luiz Antony.

Segundo o prefeito Arthur Neto, o sistema vai resultar em uma arrecadação municipal de 11% da receita bruta que será transferida para investimentos no trânsito da cidade.  Arthur ressaltou que estava na hora de transformar as “míseras” 3,2 mil vagas de estacionamentos que existem no Centro hoje, em grandiosas 16 mil vagas, com perspectiva de expansão para a Ponta Negra e outros lugares da cidade. “Com a implantação do novo sistema, vamos dar um golpe de morte para falta de estacionamento em nossa cidade”, declarou o prefeito.  

O diretor do Consórcio Amazônia, Melchior Duarte, explicou que cada vaga do sistema “Zona Azul” será dotada de sensor implantado no asfalto que vai detectar a hora em que o veículo estaciona. De acordo com Duarte, profissionais munidos de equipamentos portáteis irão monitorar o tempo de permanência do usuário no estacionamento.

“Esses equipamentos serão utilizados para o controle de rotatividade, monitoramento e respeitabilidade do sistema pelo tempo de utilização das vagas”. O diretor da concessionária disse ainda que pretendemos terminar o ano com mais de 5 mil vagas e que o serviço será fiscalizado por  100 monitores, parte deles flanelinhas e vigilantes que serão contratados por meio de seleção.

O sistema de estacionamento rotativo irá funcionar nos seguintes horários: de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 18h. Sábado, das 8h às 17h. Aos domingos não haverá cobrança.

Cartões para o uso do espaço

A pessoa interessada em utilizar o sistema Zona Azul poderá utilizar um cartão disponibilizado pela concessionária que será adquirido em postos de vendas.

“Nesses cartões, o usuário deve ‘carregar’ com horas-créditos, que ficarão associados ao veículo ou ao proprietário (para o caso de frota)”, informou o diretor-presidente do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), Paulo Martins, destacando que haverá ainda a opção de compra de créditos através da internet.

“Para a utilização deste meio de pagamento, o interessado deverá fazer um cadastro disponibilizado no site”, completou. O Manaustrans também realiza estudos para a ampliação do Zona Azul em outras áreas da cidade. Cada vaga da Zona Azul deverá ser utilizada em, no máximo, 3 horas seguidas. Em cada hora será cobrado o valor de R$ 2,45.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade