Publicidade
Cotidiano
Notícias

Vanessa Grazziotin sugere criação de frente parlamentar em defesa da Petrobras

A senadora se solidarizou com os familiares dos trabalhadores da Petrobras que morreram durante explosão de plataforma, além de sugerir a apuração de todas as irregularidades que ocorrem na empresa 12/02/2015 às 15:44
Show 1
Vanessa Grazziotin disse que é inadmissível "criminalizar a companhia", que hoje é a maior produtora de petróleo do mundo
Agência Senado ---

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) se solidarizou nesta quinta-feira (12), em Plenário, com os familiares dos trabalhadores da Petrobras que morreram nesta quarta-feira (11), na explosão de uma plataforma no litoral do Espírito Santo.

Ela afirmou que, durante a CPI que apurou denúncias de irregularidades na Petrobras, tentou pautar o problema da segurança nas discussões, mas a questão não teria chegado a ser debatida por falta de interesse da oposição e da mídia que cobria os trabalhos.

A senadora sugeriu, ainda, a criação da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobras e a apuração de todas as irregularidades que ocorrem na empresa, além da punição dos responsáveis pelos desvios.

Vanessa Grazziotin disse, no entanto, que é inadmissível "criminalizar a companhia", que hoje é a maior produtora de petróleo do mundo entre as empresas de capital aberto.

Segundo ela, essa tentativa de reduzir a importância da empresa fica evidente quando, por exemplo, se questiona até mesmo o direito de a Petrobras se comunicar com a sociedade e divulgar seu trabalho, por meio da publicidade, nas redes de televisão. Vanessa Grazziotin declarou não se pode confundir a companhia com a corrupção praticada por alguns.

“Eu creio que em torno desse momento de crise que vive a Petrobras, muitos dos que falam dela, não [estão] com o interesse de tirá-la da crise, não com o interesse de acabar com a corrupção, não com o interesse de punir os culpados, não! Mas com um único interesse, o de enfraquecer a Petrobras, para ir dizer assim: 'Está vendo? A Petrobras não foi capaz de liderar o sistema de partilha”, afirmou.

Publicidade
Publicidade