Publicidade
Cotidiano
Notícias

Venezuelano é preso no aeroporto de Tabatinga ao tentar embarcar com cocaína para a Europa

A droga, diluída em uma mistura de gel redutor modelador, foi entregue ao homem na Colômbia e tinha Barcelona, na Espanha, como destino final.  16/02/2015 às 17:47
Show 1
Só uma perícia - já solicitada - poderá indicar a quantidade exata de droga que estava sendo transportada. O produto bruto pesou 9 quilos
Kelly Melo Manaus (AM)

Um venezuelano de 21 anos foi preso na tarde do último domingo (15) no Aeroporto Internacional de Tabatinga (município amazonense a 1.105 quilômetros de Manaus) com várias porções de cocaína, enquanto tentava embarcar para Manaus e conduzir o entorpecente até a Espanha. Segundo a Polícia Federal, a droga estava diluída em quatro potes de gel redutor modelador. 

A delegada da Polícia Federal no município, Jeanie Tufureti, informou que o homem foi notado após as fiscalizações de rotina realizadas no aeroporto. “Quando a bagagem passou pelo raio-X, os agentes desconfiaram dos rótulos que estavam nos potes”, explicou. As embalagens foram submetidas a testes rápidos, que acusaram positivo para substância possivelmente cocaína.

Segundo Tufureti, a droga estava misturada ao gel e só a perícia vai poder confirmar a quantidade exata do entorpecente que seria transportado para a Eupora. O peso total dos produtos chegou a aproximadamente 9 quilos. O homem foi preso em flagrante por tráfico internacional de drogas, e sua identidade não foi revelada.

Primeira vez na 'entrega'

Ainda segundo a delegada, o venezuelano tentou negar que estava conduzindo a cocaína, mas depois confessou que recebeu o material em Cali, na Colômbia, e deveria embarcar para Manaus para pegar outro vôo que o levaria até Barcelona, na Espanha. Pelo serviço, o suspeito receberia entorno de € 6 mil (euros, algo em torno de R$ 18 mil).

“Mas ele já tinha recebido € 2 mil e o restante do pagamento só receberia quando chegasse lá. Ele disse que esta foi a primeira vez que ele tentou fazer a entrega”, informou Tufureti, que também apreendeu o dinheiro estrangeiro. 

Por enquanto, o homem ficará no presídio de Tabatinga. “Aqui é uma região sensível, pois faz fronteira com dois dos maiores produtores de cocaína do mundo: Peru e Colômbia. A PF trabalha fiscalizando portos, aeroportos,  bem como embarcações que descem o rio Solimões a fim de reprimir o tráfico. Estamos atentos ao ‘modus operandi’ cada vez mais ousado dos traficantes”, ressaltou a chefe da PF no município. 

Publicidade
Publicidade