Publicidade
Cotidiano
mobilidade

Vereadores vão a Bogotá conhecer BRT em comitiva da Prefeitura

Segundo a assessoria da Câmara, despesas como passagens e diárias serão custeadas pelo Legislativo e vereadores deverão apresentar relatório à Casa 15/01/2017 às 18:25
Show brt
Ideia dos vereadores é avaliar custos e ouvir os usuários (Foto: Divulgação / Scania)
acritica.com Manaus (AM)

Os vereadores Rosivaldo Cordovil (PTN) e Chico Preto (PMN) serão os representantes da Câmara Municipal de Manaus (CMM) na viagem que a comitiva da Prefeitura de Manaus fará à cidade de Bogotá, na Colômbia, entre os dias 18 e 22 de janeiro, com a finalidade de conhecer o sistema de mobilidade urbana daquele País, a partir do funcionamento do BRT – Bus Rapid Transit – Transporte Rápido por Ônibus.

Rosivaldo Cordovil que foi presidente da Comissão de Transporte do legislativo municipal e deverá permanecer na condução dos trabalhos do grupo pelos próximos dois anos da 17ª Legislatura, destacou que com a viagem, será possível acompanhar de perto o funcionamento integral do sistema. “Vamos ouvir os usuários, conhecer os custos, investimentos realizados pelo Governo, entre outros aspectos que influenciam diretamente na operação do BRT. Manaus já possui uma estrutura inicial para a implantação e tenho a certeza de que a nossa ída à Bogotá vai contribuir com os esforços do Executivo para a implementação efetiva do sistema em nossa cidade”, disse Cordovil.

O vereador Chico Preto ressaltou a importância de conhecer modais em andamento. “É  importante conhecer os projetos de mobilidade para o transporte coletivo de Bogotá e Medellín, uma vez que são considerados como referências.  Ao lado do trânsito, o transporte coletivo apresenta-se como um desafio, que precisa ser vencido, para o melhor desenvolvimento social e econômico de Manaus e nossa gente”, disse.

Segundo a Câmara Municipal, despesas como passagens e diárias serão custeadas pelo Legislativo Municipal e os parlamentares deverão apresentar à CMM, após a viagem, um relatório das atividades desenvolvidas em Bogotá.

PlanMob

A Câmara Municipal de Manaus aprovou no dia 21 de dezembro de 2015 o Plano de Mobilidade Urbana (PlanMob-Manaus) que definiu o BRT (Bus Rapid Transit) como modal a ser utilizado no transporte público da cidade. Ao todo foram realizadas pela CMM cinco audiências públicas, recepcionadas 100 emendas de autoria dos vereadores, partidos políticos, Conselho Regional de Engenharia (CREA) e sugestões recebidas por meio da internet, com o objetivo de aprimorar o plano. O PlanMob teve 21 emendas aprovadas pelo Plenário da Câmara. A lei foi sancionada pelo prefeito Arthur Neto (PSDB) no dia 29 de dezembro do mesmo ano com o veto a cinco das 21 emendas aprovadas.

Publicidade
Publicidade