Sábado, 07 de Dezembro de 2019
RECADO

Via Twitter, Bolsonaro pede que brasileiros nao deem 'munição ao canalha'

Após ficar em silêncio no dia que Lula ganhou liberdade, presidente da República usa rede social para dar 'indireta' ao petista



000_1M10XY_1AFE1044-CD65-4AEA-A613-F09020F7D17D.jpg (Foto: AFP)
News thumb afp d084093c bf21 4ede 853c 0cfb6068260d AFP
09/11/2019 às 08:51

O presidente Jair Bolsonaro pediu neste sábado que o povo "não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre", no dia seguinte da libertação do líder da esquerda Luiz Inácio Lula da Silva.

"Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros. Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa", tuitou Bolsonaro.



Ontem, durante seu primeiro discurso após ser colocado em liberdade, Lula ironizou o atual presidente por pelo menos três momentos, além de afirmar que ele não conseguiu melhorar o País neste seu primeiro ano de governo. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.