Publicidade
Cotidiano
VISTORIA

Vinte e duas embarcações com destino a Parintins são notificadas pela Marinha

Os barcos apresentavam irregularidades no transporte dos passageiros. A Operação Parintins 2017 atua nos postos de Manaus, Itacoatiara e Parintins 28/06/2017 às 16:37 - Atualizado em 28/06/2017 às 18:13
Show barco
Foto: Winnetou Almeida
Mayrlla Motta Manaus (AM)

Cinquenta embarcações com destino a Parintins foram vistoriadas de segunda-feira (26) até a tarde desta quarta-feira (28), pela Marinha do Brasil, por meio do Comando do 9° Distrito Naval (Com9°DN), no posto de fiscalização da Marinha.

Dessas, 22 foram notificadas por irregularidades no transporte dos passageiros. A ação faz parte da Operação Parintins 2017 e vai até o dia 3 de julho com postos em Manaus, Itacoatiara e Parintins. Ao todo 400 militares participam da operação.

De acordo com o capitão dos portos, Wellinton Lopes dos Santos, atracam no posto barcos que foram credenciados, de 17 de abril até 26 de maio, para receber um "passe" que agiliza a ação. Ao todo, 151 solicitações foram enviadas, mas somente 123 receberam o documento, outras 18 desistiram. Outras 10 estão em verificação e mais sete enviaram solicitação nos últimos dias.

Ainda segundo o capitão, ele destaca que entre as principais irregularidades encontradas estão: “Falta de colete salva-vidas, de habilitação do condutor e do barco e a contagem de passageiros”, disse. Essa última é a mais comum.

Santos explicou que o passe dado no dia 20 de junho às embarcações agilizam o trabalho dos agentes. “Isso porque antes de sair do porto, os barcos já foram fiscalizados. O passe é uma indicação disso para que o trabalho seja mais rápido. Dura em média de 20 a 30 minutos. Se não fizéssemos isso demoraria cerca de uma a duas horas”, apontou.

Publicidade
Publicidade