Sexta-feira, 03 de Julho de 2020
AFETADOS PELA CHEIA

Voluntários arrecadam donativos para moradores do Cacau-Pirêra, no Amazonas

As doações podem ser entregues no Clube Cirman, na rua São Pedro, 937, bairro São Jorge, Zona Oeste, até 14h do próximo sábado



WhatsApp_Image_2017-06-20_at_17.09.42.jpeg A ação será realizada neste domingo (25), e deve beneficiar mais de 200 famílias de seis comunidades (Fotos: divulgação)
21/06/2017 às 05:00

O projeto “Rompendo Mais Fronteiras” está arrecadando até este sábado doações de alimentos não perecíveis, kit de higiene, roupas, além de remédios para micose e piolhos, soro oral e vermífugos, para serem doados a moradores de seis comunidades atingidas pela cheia no distrito de Cacau-Pirêra, município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus). A ação será realizada neste domingo e deve beneficiar mais de 200 famílias.

De acordo com a presidente do “Rompendo Mais Fronteiras”, Adriana Haas Villas Boas, as doações podem ser entregues no Clube Cirman, na rua São Pedro, 937, bairro São Jorge, Zona Oeste, até 14h deste próximo sábado, e na Associação dos Oficiais R/2 da Reserva (Aora), na avenida São Jorge 650, também no bairro São Jorge, até 12h de sexta-feira. Durante a semana, os pontos de arrecadação funcionam de 08h às 12h e de 13h às 19h.



As doações também podem ser feitas online por meio do site do projeto. E as comunidades beneficiadas serão: Águas Claras, Nova Veneza, Cascavel, Cidade Nova, São José e Alto de Nazaré. “Ficamos sabendo que a população dessas comunidades estava passando por necessidade e resolvemos ajudar”, contou Adriana, destacando que o grupo tem por objetivo levar educação e saúde para comunidades na Amazônia.

Embora a maioria das calhas no Amazonas indique o fim do processo de enchente, 39 municípios amazonenses ainda estão em situação de emergência e 64.122 famílias afetadas pelo desastre.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.