Domingo, 24 de Janeiro de 2021
Abono

Wilson Lima anuncia pagamento de abono do Fundeb para servidores administrativos

Com a decisão, todos servidores da educação serão contemplados com o abono



FOTO_Diego_Peres-Secom_C9D2B3B2-8A26-4CD6-96DD-7044EBBF1C37.jpg Foto: Diego Peres
27/11/2020 às 15:40

O governador do Amazonas Wilson Lima (PSC) anunciou, nesta sexta-feira (27), que irá pagar a mais de seis mil servidores administrativos da Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc) as sobras do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Com a decisão, todos os servidores da educação serão contemplados com a bonificação, que até então era concedida apenas aos professores. Além dos administrativos, serão contemplados 20 mil professores e pedagogos com o abono do Fundeb neste ano, segundo o governo.



O governador declarou que o valor do abono que será pago aos profissionais da educação será divulgado na semana que vem, em razão do fechamento da arrecadação, que ocorre no dia 30 de novembro. “O abono nesse ano não vai ser só para professores. Vai ser para todos os profissionais envolvidos na educação porque a educação não se faz somente com professor em sala de aula”, afirmou.

O governador fez o comunicado durante agenda no município de Itacoatiara, a 176 quilômetros da capital, que anunciou a convocação de 347 concursados da Seduc, a entrega de equipamentos para 16 escolas e a revitalização de cinco escolas da rede estadual de ensino no município, com investimentos de R$ 1,2 milhão

Wilson Lima frisou que a decisão reconhece o esforço de todos os agentes da educação e que o abono deve ser um dos maiores da série histórica desde 2016. “A merendeira tem um papel fundamental, quem está lá na portaria, no administrativo, todos esses são importantes nesse processo”, disse.

De acordo com o secretário de Educação em exercício, Luis Fabian Barbosa essa é a primeira vez que todos os servidores da educação serão contemplados com o benefício.

“No Amazonas, o abono é dado desde 2016, e em nenhuma das gestões passadas foram contemplados os servidores administrativos. Essa será a primeira vez que vamos incluir todos os servidores da rede estadual. Essa talvez seja a primeira vez na história de todas as redes de educação do Brasil”, afirmou o titular da Seduc.

O economista e deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) projetou que o total a ser distribuído em sobras do Fundeb deve ultrapassar os R$ 149 milhões neste ano. Contudo, ele alerta que os dados utilizados para o cálculo vão até 31 de outubro. Serafim afirmou que com a folha mensal estimada de R$ 85,9 milhões, a sobra pode ser de até R$ 1,73 de salário, ou seja, a cada R$ 1.000 de salário, terá abono de R$ 1.730. Os números foram apresentados e divulgados pelo parlamentar na quinta-feira, antes do anúncio que os servidores administradores também serão contemplados com o pagamento.

No município

Na segunda-feira, o prefeito de Manaus Artur Neto (PSDB) comunicou que também vai liberar o abono aos professores da rede municipal. Em texto divulgado à imprensa, a Secretaria Municipal de Comunicação informou que a expectativa é que até o final deste mês seja divulgado o quantitativo de profissionais que irão receber a gratificação e o total a ser repartido. O município possui 13,1 mil professores e 950 pedagogos. A proposta, discutida com vereadores e a secretaria de educação do município Kátia Schweickardt, é incluir os valores do abono na folha de pagamento de dezembro, mas, na impossibilidade, o mesmo será efetuado em folha extra.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.