Domingo, 27 de Setembro de 2020
MARCA ALCANÇADA

Wilson Lima celebra créditos emergenciais: ‘Apesar da pandemia, a vida continua’

Declaração do governador aconteceu durante cerimônia que celebrou a marca de mais de R$ 50 milhões liberados em crédito emergencial para pessoas físicas e jurídicas, na capital e interior do AM, pela Afeam



ec6b445e-3066-4b9f-aac0-6b3d25c1e8c6_3A807ECA-70C0-424E-BE0B-0264CB8A9DFE.jpg Foto: Divulgação/Diego Peres/Secom
23/07/2020 às 12:36

"Apesar da pandemia, a vida continua", disse o governador do Amazonas, Wilson Lima, durante a cerimônia realizada na manhã desta quinta-feira (23) em celebração à marca de mais de R$ 50 milhões liberados em Crédito Emergencial para pessoas físicas e jurídicas, na capital e no interior, por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam)

O governador Wilson Lima lançou o programa em abril para reduzir os impactos econômicos da pandemia. O crédito beneficia pessoas como os microempresários Olavo Rodrigues Xavier, 67, e João Pedro Sarmento de Sousa, 41.



Dono de uma empresa de confecção e vestuário há mais de 10 anos, Olavo relata que o empréstimo de R$ 7.500,00 será aplicado para aquisição de matéria-prima e tecidos. Os últimos meses foram bem complicados para ele e sua família, ele disse que só sobreviveu por ajuda divina. “A gente vai passando porque deus é bom”, afirmou.

João Pedro é permissionário de microônibus. Com a pandemia, ele não conseguiu trabalhar e adquiriu muitas dívidas. “Estou pegando um empréstimo de R$ 5 mil reais da Afeam. Para mim, o recurso é muito importante, porque nesse período da pandemia o meu carro ficou parado e eu só adquiri dívidas”, relatou. Ele afirma que este capital é fundamental para que ele continue a trabalhar e tenha um tempo para “respirar”.

Crédito Emergencial

As condições especiais do Crédito Emergencial foram prorrogadas até 20 de novembro. Até agora, foram beneficiados cerca de 3,6 mil negócios, tanto de profissionais autônomos e MEIs quanto de micro, pequenas e médias empresas. De acordo com Afeam, a liberação dos créditos deverá ser feita no prazo máximo de 31 dezembro.

“Com esses R$ 50 milhões que foram contratados, disponibilizados para esses pequenos empreendedores, nós tivemos um aumento de algo em torno de 40% superior aos últimos três anos, esse é um recorde que o Estado do Amazonas atinge e, sobretudo, ajudando as pessoas do comércio informal”, pontuou o governador.

O Governo do Amazonas também anunciou a destinação de R$ 90 milhões para serem investidos na economia em forma do Crédito Emergencial, com taxas de juros mais baixas e prazos flexíveis. A Afeam estima que este apoio financeiro disponibilizado pelo Estado já garantiu a manutenção de mais de 13 mil empregos.

O diretor-presidente da Afeam, Marcos Vinicius Castro, destacou que os juros dos empréstimos variam de 3,6% a 9,6% ao ano, com prazos flexíveis de 180 dias de carência e até dois anos para quitar a concessão.

O comércio foi o segmento que mais realizou operações de crédito com a Afeam durante os últimos meses, com destaque para atividades como estivas em geral, venda de confecção, restaurantes e lanchonetes, salão de beleza, perfumaria e transporte rodoviário.

Atendimento

Para quem deseja obter o financiamento, todo o processo é feito exclusivamente pelo site da Afeam (www.afeam.am.gov.br). Com o novo Portal do Cliente Pessoa Jurídica, lançado em julho com o objetivo de diminuir o prazo entre o pedido do crédito e a liberação do recurso na conta do cliente, as solicitações das empresas estão sendo atendidas de forma mais rápida.

Interior

Nos municípios, os interessados no Crédito Emergencial devem procurar as salas do Agente de Desenvolvimento, em parceria com as prefeituras municipais, a Sala do Empreendedor do Sebrae-AM ou a unidade local do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).

Além disso, a Afeam também possui seis Postos de Atendimento no interior, localizados em Itacoatiara, Manacapuru, Manicoré, Parintins, Rio Preto da Eva e Tefé. Os endereços e números de contato podem ser encontrados no site www.afeam.am.gov.br.

Renegociação

Com o início da pandemia e a necessidade de atender aos clientes com débitos, a Afeam também lançou uma campanha de renegociação para quem procurasse condições de pagamento diferenciadas. Até o momento, foram renegociadas 1.951 operações de crédito, totalizando R$ 39 milhões.

A renegociação também pode ser feita por meio do site www.afeam.am.gov.br.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.