Publicidade
Cotidiano
Boas notícias para a ZFM

Zona Franca recebe boas notícias de Ministro Fernando Pimentel

As notícias foram dadas pelo ministro Fernando Pimentel, do MDIC, que nessa segunda-feira(19) participou de sua primeira reunião do CAS 20/08/2013 às 08:07
Show 1
Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior presidiu a reunião do CAS
Adan Garantizado Manaus

O Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, presidiu nessa segunda-feira(19) de sua primeira reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS). E para compensar o longo tempo – dois anos e oito meses – que não participou do evento, ele fez algumas promessas, que se forem efetivamente cumpridas darão fôlego à Zona Franca de Manaus.

A primeira delas é a criação da personalidade jurídica do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA). Inaugurado há 11 anos, o Centro encontra dificuldades para fechar parcerias e financiar pesquisas devido a ausência desta personalidade. O CBA deve se tornar uma Organização Social (OS), com moldes semelhantes ao de uma empresa mista. De acordo com Fernando Pimentel, o novo estatuto do CBA está pronto e um aviso ministerial será publicado ainda nesta semana. “Já entramos em consenso com o Ministério do Planejamento. Se tudo ocorrer bem, esta personalidade deve ser efetivada até o fim do ano”, afirmou Pimentel.

Outra promessa do titular do MDIC foi a de agilizar a aprovação dos Processos Produtivos Básicos (PPB´s) para alguns setores, como câmaras de ar para bicicletas, duas rodas e condicionadores de ar do tipo split. Antes de a reunião do CAS começar, cerca de 100 trabalhadores e sindicalistas do setor termoplástico protestaram no pátio da Suframa pedindo a aprovação do PPB dos splits. Algumas vaias foram ouvidas quando a comitiva com o Ministro Fernando Pimentel, o Governador Omar Aziz, o Prefeito de Manaus, Artur Neto, o Senador Eduardo Braga e o superintendente da Suframa, Thomaz Nogueira chegou ao local.

Pimentel, porém, fez uma rápida reunião com os trabalhadores e sindicalistas e prometeu recebê-los em Brasília, no mês de setembro. Os manifestantes, então, resolveram deixar o local pacificamente e a reunião prosseguiu. “Os PPB´s dizem respeito à toda produção industrial do país. A demanda é muito alta e por isso, o processo de análise e aprovação ficam lentos. Mas vamos dar prioridade aos pedidos do Pólo Industrial de Manaus. Vamos agilizar para que os projetos que estiverem no Ministério sejam aprovados ou ao menos analisados até o final do ano. O dos splits deve ser finalizado nos próximos 15 dias”, ressaltou o ministro Fernando Pimentel.

Extensão

Promessa feita pela Presidente Dilma Rousseff em 2011, durante a inauguração da Ponte Rio Negro, a prorrogação da Zona Franca de Manaus por mais 50 anos e a extensão da mesma para a Região Metropolitana da capital pode enfim, ser concluída neste ano. O assunto que já havia sido abordado em tom de “leve cobrança” nas falas de Omar Aziz, Artur Neto e Eduardo Braga, foi comentado por Fernando Pimentel no fim da reunião do CAS. “Eu tenho acompanhado toda a tramitação do projeto de prorrogação da Zona Franca no congresso. Peço que vocês fiquem tranquilos. Até o fim do ano a lei que prorroga e extende os benefícios da Zona Franca deve ser prorrogada”, destacou.

Projetos aprovados somam 1 bi

O Conselho de Administração da Suframa aprovou ontem investimentos de US$ 1.020 bilhão no Polo Industrial de Manaus. Foram 32 projetos de ampliação, atualização e diversificação e 27 propostas de implantação de novas empresas no PIM. Um deles é o da Daikin, líder na produção de condicionadores de ar no Japão e nos EUA. A multinacional japonesa deve injetar US$ 115.4 milhões no PIM. Outro projeto que ganhou destaque foi o da Novamed, fabricação de produtos farmacêuticos, que já começou inclusive a construir a fábrica onde produzirá pastilhas, drágeas e comprimidos em Manaus. O investimento previsto é de US$ 197 milhões. No total, 3.107 novos empregos devem ser gerados pelos novos projetos.

Parte da verba da Suframa que é contingenciada pelo Governo Federal, foi liberada para a reforma das ruas do Pólo Industrial de Manaus, que estavam em condições precárias. As obras devem custar R$ 100 milhões. O anel viário de R$ 260 milhões que ligará aeroporto, porto e Distrito Industrial também será construído com recursos antes contingenciados. “Com todos esses projetos e principalmente o desenvolvimento do CBA, podemos diminuir a médio e longo prazo, nossa dependência da ZFM”, disse o Governador Omar Aziz.





Publicidade
Publicidade