Publicidade
Cotidiano
crescimento

Zona Franca terá investimentos de US$ 1,1 bilhão e 1280 empregos em três anos

Para Ministro da Indústria, Marcos Pereira, o volume de investimentos mostra a retomada da confiança dos empresários na economia 21/10/2016 às 19:02
Show positivo
Positivo teve projeto de ampliação aprovado e a empresa Boreo deve gerar 990 empregos diretos (Foto: Aguilar Abecassis)
Lucas Jardim Manaus (AM)

O Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (CAS) aprovou, na sua 276ª Reunião Ordinária, realizada na manhã de hoje, uma pauta de projetos que, combinados, deverão representar um investimento de mais de US$ 1,1 bilhão e a geração de 1.280 empregos diretos no Polo Industrial de Manaus (PIM) em um período de até três anos.

A reunião, que marcou a quinta vez que o colegiado da autarquia se reúne em 2016, foi presidida pelo ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira. Ele declarou que o volume de investimentos mostram a retomada da confiança dos empresários na economia, sendo endossado pelas demais autoridades presentes.

“No ano de 2016, é o maior investimento [para o PIM]. Tivemos também a aprovação de investimentos em pesquisa e desenvolvimento de R$ 1,5 bilhão. [...] Nós estamos juntos [com a Suframa], no âmbito do ministério, empenhados em fazer com que haja geração de empregos e desenvolvimento econômico e esses projetos aprovados aqui mostram que já houve uma retomada da confiança do setor produtivo, o que vai fazer com que a economia possa avançar”, declarou o ministro.

Ao todo, foram 27 projetos industriais e de serviços submetidos à análise – sendo oito de implantação e 19 de ampliação, diversificação e atualização. O maior deles é o da Boreo Indústria de Componentes Ltda, do setor de eletrônicos, que prevê, sozinho, investimentos de US$ 613 milhões no PIM (mais informações no boxe).

A superintendente da Suframa, Rebecca Garcia, afirmou que a pauta deixou a órgão bastante otimista e reforçou o discurso de retomada e reaquecimento da economia. “Vivemos um momento de recuperação e esta reunião do CAS é um perfeito exemplo do aumento da confiança dos empresários e investidores na nossa indústria. [Além disso], é muito importante também ressaltar a regularidade na realização das reuniões do Conselho, pois a agenda tem sido cumprida e as empresas ficam seguras quanto à análise e à aprovação dos pleitos apresentados. Isso demonstra que o compromisso assumido pelo governo federal com a Suframa foi concretizado”, comentou.

Boreo vai contratar 950 funcionários

Um dos maiores destaques da pauta é o projeto de implantação da empresa Boreo Indústria de Componentes Ltda, ligado ao segmento Eletroeletrônico e destinado à produção de placa de circuito impresso montada (de uso em informática), bateria para telefone celular e unidade de armazenamento de dados, não volátil, em meio semicondutor (SSD - Solid State Drive). Somente neste projeto, estão previstos investimentos totais de US$ 613.140 milhões e a geração de 990 empregos diretos no Pólo Industrial de Manaus. 

Outros destaques da pauta são os projetos de ampliação e atualização da empresa Positivo Informática S.A., voltado à fabricação de telefone celular digital combinado ou não com outras tecnologias, com investimentos totais de US$ 204.336 milhões, e da empresa GBR Componentes da Amazônia Ltda, para produção de placa de circuito impressa montada (de uso em informática), com investimentos totais de US$ 41.687 milhões. 

O projeto de diversificação da empresa Futura Tecnologia Ind e Com de Produtos Eletrônicos da Amazônia, direcionado à produção de gravadores e reprodutores digitais de áudio e vídeo com câmeras de vídeo remotas, para sistema de segurança, é outro que merece ênfase, pois além de projetar investimentos totais de US$ 7.148 milhões, também estima exportações de aproximadamente US$ 25 milhões a partir do terceiro ano de funcionamento das linhas de produção.

Publicidade
Publicidade