Sábado, 31 de Julho de 2021
Novos Influenciadores

Advogados investem em criação de conteúdo para as redes sociais

Em seus perfis, eles compartilham dicas, dão consultoria, divulgam projetos e ajudam jovens estudantes a conhecerem outras facetas da profissão. 



WhatsApp_Image_2021-06-04_at_12.28.50_DCC1E507-EA02-4F16-8E66-CF562E6DEB0B.jpeg
11/06/2021 às 14:00

Influenciadores em Direito no Amazonas têm alcançado cada vez mais espaço nas redes sociais. Em seus perfis, eles compartilham dicas, dão consultoria, divulgam projetos e ajudam jovens estudantes a conhecerem outras facetas da profissão. 

Aldo Evangelista, advogado em Direito Digital já percorre este caminho há três anos. Ele conta que quando mais jovem sempre teve interesse em computação. “Na adolescência eu já estudava programação, mexia com computadores e sempre tive interesse na área [...], mas nunca tive dúvida, sempre quis fazer direito”, relembra.  



Após terminar a faculdade de Direito na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) no Rio Grande do Sul, seguiu carreira como Procurador Municipal, até que no ano de 2014, quando houve a criação da lei do Marco Civil da Internet, reguladora dos direitos e deveres do usuário digital, ele enxergou uma abertura para alinhar sua maior paixão ao trabalho. 
Evangelista é atualmente Presidente da Comissão de Direito Digital, Startup e Inovação da OAB, a primeira do Brasil, com sede em Manaus. 

Em seu perfil no Instagram (@aldoevangelista), o advogado tira dúvidas sobre direito do consumidor com foco no ambiente virtual. Também participa ativamente de projetos para expandir o acesso à internet nas comunidades. 

Seguindo outra vertente, a advogada Maria Benigno (@eumariabenigno) é especializada em Direito Eleitoral e sempre compartilhou conteúdo sobre temas relacionados à profissão, entretanto, mais recentemente, ela decidiu focar em publicações específicas sobre a área. 
Atuante há 15 anos, Maria é formada em Administração e Direito pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), fez pós-graduação em Mediação, Conciliação e Arbitragem e é membro da Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político. Tendo o foco nestes temas, ela os traduz para uma linguagem acessível e cria identificação com outros profissionais, estudantes e entusiastas do assunto.
 
Benigno diz gostar de abrir debates trazendo assuntos importantes para a sociedade que estejam ganhando uma visibilidade para mostrar as questões técnicas por trás. “A intenção é compartilhar conteúdo que possa contribuir para compreensão do nosso sistema político e eleitoral e trocar experiências para crescer pessoal e profissionalmente”.  
Em um universo temático dominado por homens, Maria traz representatividade com tons de renovação, e em seu perfil, também compartilha sobre vida pessoal, pois de acordo com ela, é importante mostrar o lado humano que existe além da profissão.

Outra advogada que tem ganhado visibilidade é Gabriella Valente, especialista em Direito da Família. Com foco principal em ajudar mulheres, Gabriella conta que tem como maior inspiração Nilze Valente, sua mãe e também advogada familiarista. Jovem, Valente terminou a faculdade no fim de 2019 e com a pandemia acabou adiando a prova da Ordem do Advogados do Brasil (OAB). Ela conta que esse período foi muito difícil, mas que continuou estudando para conseguir a certificação para advogar. No começo deste ano, após ser aprovada no exame, a advogada passou a criar conteúdo para o Instagram. O começo, segundo ela, foi desafiador. "Meu perfil era fechado, eu não costumava aparecer muito. Mas hoje já me sinto mais à vontade para aparecer, sem sentir vergonha e insegurança”. 

Em seu perfil, Gabriella Valente (@adv.gabriellavalente) produz vídeos curtos e bem humorados explicando sobre os direitos das mulheres, pensão, guarda, pedofilia e ainda comenta  casos de grande repercussão nacional, como  o caso do pequeno Henry Borel.

Assim como Gabriella, o advogado Flávio Terceiro (@flavioterceiro) também aposta em humor para informar e esclarecer dúvidas. Especialista em Direito do Consumidor, Flávio é professor da Faculdade Santa Teresa e começou a produzir vídeos sobre o tema por causa da mãe. “Ela queria que eu gravasse vídeos explicando para as pessoas de um jeito que elas entendessem, porque é professora, assim como eu. Então eu gravava e enviava no WhatsApp para ela enviar para as amigas”. 

Ele também conta que a pandemia criou uma janela para ele explicar sobre os decretos governamentais, passando a publicar vídeos no IGTV, formato do Instagram que aceita vídeos mais longos, de até 15 minutos. Por conta da pandemia, ele acabou criando uma maior familiaridade em comunicar de forma online para seus alunos. Nos últimos seis meses, Flávio dobrou o número de seguidores e contratou uma agência para criar suas publicações, além de uma auxiliar de conteúdo. Atualmente, o advogado possui um quadro no programa Alô Amazonas da TV Acrítica, onde responde perguntas sobre direito do consumidor feitas pelos telespectadores.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.