Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
Tecnologia

Caixa de som inteligente do Google chega ao mercado brasileiro por R$ 349

O produto, que faz parte da linha de hardwares “Made by Google”, chega a partir do dia 12 de novembro nas principais redes de varejo físico e on-line do Brasil



WhatsApp_Image_2019-11-11_at_15.06.56__3__2B5B9535-397F-4718-869A-85C6126F90D9.jpeg Foto: Divulgação
11/11/2019 às 14:21

O Nest Mini, smart speaker do Google, foi lançado pela companhia nesta segunda-feira (11), no Brasil, e chega às lojas a partir de amanhã (12), nas principais redes de varejo físico e on-line nacional por R$ 349 (preço sugerido). O preço é o mesmo da Amazon Echo - produto concorrente lançado em outubro deste ano pela Amazon.com.

O lançamento para jornalistas e influenciadores ocorreu no escritório brasileiro do Google, em São Paulo.



Head de Marketing de Hardwares do Google, Maia Mau, durante a apresentação

O produto faz parte da linha de hardwares “Made by Google”, composta pelo Chromecast, pelo smartphone Pixel, pelo laptop Pixelbook, pelos fones de ouvido sem fio e por relógios inteligentes (Google Watch e o Wear OS). O Nest Mini se junta ao Chromecast como os únicos aparelhos da marca vendidos oficialmente no Brasil.

O lançamento em novembro foi estratégico, perto de duas importantes datas para o varejo brasileiro: a Black Friday e o Natal. A empresa acredita que o device pode ser uma boa opção de presente, segundo o Head de Parcerias de Devices do Google, Vinicius Dib.

O aparelho fabricado na China tem garantia de 12 meses da loja, mas não foi anunciada uma rede de assistência técnica.

O que é?

Mais do que uma caixa que reproduz sons, a Nest Mini é um produto de internet das Coisas (IoT) que atende por comando de voz através do software Assistente, a fim de auxiliar o usuário em tarefas cotidianas. Para ativar os comandos da Nest Mini, o usuário deve primeiramente falar: "Ok, Google".

A intenção do Google é que o produto seja bem democrático, embora o público mais interessado sejam famílias e jovens entusiastas de tecnologia, disse a Head de Marketing de Hardwares do Google, Maia Mau. “Este mercado de smart speakers está se desenvolvendo e nós já acreditamos nele há algum tempo”, frisou.

Segundo projeção da empresa IHS Markit, o mercado global de smart speakers tende a crescer quatro vezes nos próximos anos. Hoje, ele representa US$ 7,9 bilhões e chegará a US$ 31,7 bilhões em 2023.

Funcionalidades

Ainda pouco popular no Brasil, os smart speakers são capazes de otimizar várias tarefas cotidianas utilizando o comando de voz, como lembrar avisos, falar a previsão do tempo, ler notícias do dia, traduzir expressões em outras línguas, tocar músicas em streaming, buscar um filme no Netflix, buscar informações na web, ligar e desligar aparelhos domésticos, controlar as luzes ambientes e a temperatura do ar-condicionado.

A ideia do device é fazer com o que o usuário economize tempo ao pedir o auxílio do smart speaker, enquanto se está ocupado fazendo outra tarefa.

As possibilidades são inúmeras. No início do dia, o Nest Mini pode ser programado para acionar a cafeteira (conectada a um plug inteligente) que prepara o café na hora, bem como avisar sobre o trânsito no caminho do trabalho. Na hora de dormir, por exemplo, basta o usuário dizer “Ok, Google, boa noite” para que sejam apagadas as luzes do quarto e a temperatura do ambiente seja ajustada (se estiver pré-programada). Até uma música relaxante começa a tocar na hora.

Para realizar todas essas tarefas, o aparelho precisa estar conectado a uma rede wi-fi e integrado ao Google Assistente do smartphone. Para dar ordem aos aparelhos domésticos com internet das coisas, é necessário conectá-lo ao aplicativo Google Home.

O Nest Mini tem potência de 15 Watts e um som grave duas vezes mais fortes que a versão anterior o Home Mini, que sai de linha. A nova linha Nest vem da empresa de automação residencial Nest, comprada pelo Google em 2014.

“O ideal é o usuário ter um Nest Mini por cômodo para executar as tarefas em casa com mais eficiência. Você pode até integrá-los e por uma música para tocar simultaneamente em todos os Nest Mini da casa”, sugeriu Head de Parcerias de Devices do Google, que apresentou o produto durante o evento.

Nos Estados Unidos, o Nest Mini custa US$ 49. Na conversão real, o produto custaria aqui por volta de R$ 200. O preço de varejo (mais elevado) tem a ver com os custos operacionais no Brasil, explicou Vinicius Dib.

Parcerias

O Nest Mini funciona integrado com smartphones, TVs, automóveis e outros wearables. Portanto, é compatível com aparelhos com IoT de diversas marcas parceiras do Google que fabricam eletrônicos, como Philips, Positivo, IRobot, Bose, Brilia, LG, Sony, Samsung, JBL, D-Link, TCL e Geonav.

A primeira ação da marca com a tecnologia foi demonstrada durante o evento Casa Conectada, em abril deste ano, quando o Google anunciou a Assistente para smart speakers. A primeira opção era é caixa de som inteligente da JBL que custava a partir de R$ 1,2 mil.

Design

O Google Nest Mini é uma caixinha de formato esférico, com 98 mm de diâmetro e 181 gramas de peso, ou seja, cabe na palma da mão. Essa versão vem um suporte para pendurá-lo na parede. Das quatro opções de cores do produto, apenas duas chegam ao Brasil: giz e carvão.

A pegada sustentável faz parte do marketing do produto. De acordo com a empresa, a cobertura é feita de garrafas pet 100% recicladas pós-consumo (PCR), bem como a estrutura externa é confeccionada com 35% de plástico reciclado.

O produto, que é bem popular nos Estados Unidos, já era encontrado em marketplaces nacionais por vendedores independentes. Mas a chegada ao Brasil traz a garantia do produto, carregador com tomada de três pinos e o software em português.

*A repórter viajou a convite do Google Brasil


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.