Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
Atrativo

Barcelos se consolida como capital da pesca esportiva da Amazônia

Torneio internacional de pesca esportiva deve movimentar a economia de Barcelos, que se prepara para receber mais de 2 mil turistas



ljkkj_DEC21541-7BEB-4393-9C86-07BA3BB2E006.jpg Foto: Márcio Silva
27/08/2019 às 09:08

A quase 400 quilômetros rio acima de Manaus, a cidade de Barcelos já foi a primeira capital provinciana do Amazonas. A cidade de 27,3 mil habitantes, banhada pelo rio Negro, espera receber mais de 1.500 visitantes em fevereiro de 2020 para o 1º Torneio Internacional de Pesca Esportiva. Mesmo com a distância, amantes de aventuras já preparam suas linhas e molinetes para os dois dias de competição. O evento está programado para ocorrer no dias 22 e 23 fevereiro, segundo o organizador Carlos Serfaty.

Como destino turístico potencial, a cidade também se prepara comercialmente para receber visitantes nacionais e de fora, desde a malha de transportes fluviais e aéreos à rede hoteleira da cidade. Empresários locais miram nos turistas a fim de proporcioná-los uma “experiência amazônica”, movimentando assim os setores da hotelaria, turismo e alimentação.



Barcos hotel, lanchas, hotéis locais, fretamento de aeronaves e restaurantes estão entre os que podem movimentar a economia local durante o torneio. Além do torneio de pesca, um torneio de vôlei e um campeonato de rabeta também são programados para ocorrerem.

Competição

Barcelos que é um dos pontos mais visados para o desporto é também um dos maiores lugares para encontrar-se o famoso tucunaré-açu. Um dos recordes que a região detém foi quando um da espécie, de 12.445 quilos, foi pescado. No torneio do ano que vem, após as equipes fisgarem os animais, será feito o processo de medição e soltura, logo em seguida. São esperadas ao menos 240 equipes, conforme a organização.

Os amantes da pesca esportiva, na maioria, são homens em boa situação econômica que gostam de esporte e natureza.

Ao final do evento, um conjunto de R$ 150 mil em prêmios, como pacotes de pesca, passagens aéreas e bônus em dinheiro de até R$ 15 mil, será entregue. “É um sonho de popularizar a pesca esportiva usando a grande estrutura que temos como o arquipélago de Anavilhanas, a serra do Araçá, como atrativo aos turistas do mundo”, disse.

Economia

Em termos econômicos, os números ainda mostram que a pesca esportiva movimenta cerca de R$ 10 milhões no município e R$ 70 milhões em todo o Estado.

Conforme o presidente da Associação Barcelense de Turismo (Abot), Jorge Gomes, a cidade já conta com 15 empresas atuando no segmento da pesca esportiva na região do Alto Rio Negro. “Movimentamos algo em torno de R$ 10 milhões no município de Barcelos” revela.

Barco hotel

O Princesa da Amazônia, atuante desde 2002, é um dos serviços disponíveis. Com serviços de garçom à guia turístico, agendas são marcadas no (97) 99162- 0291.

Táxi aéreo

Voos fretados de nove a 28 pessoas são negociados até R$ 600. A agência também compra voos da MAP. O número de contato é( 92) 99304-3408.

Restaurante

Surubin ao molho de alcaparra, paca assada e escabeche ao molho de camarão são pratos do restaurante Paraíso, ao lado do Fórum da cidade.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.