Domingo, 05 de Dezembro de 2021
Confecção de redes

Empreendedor amazonense recebeu encomenda de rede de Neymar Jr.

Mariel Leão e equipe trabalham na confecção de redes para diversos esportes e envia para todo o Brasil



WhatsApp_Image_2021-10-15_at_10.09.44_7C01781C-9471-40DD-B635-5F69A02F9789.jpeg Mariel segurando a rede produzida por ele e equipe. Foto:Gilson Melo/Freelancer
16/10/2021 às 12:02

A busca pelo empreendedorismo está em alta e, apesar de boa parte dessa busca ser evidenciada graças à crise socioeconômica no Brasil atualmente, alguns empreendedores iniciaram projetos antes da pandemia e hoje seguem se consolidando no mercado amazonense. É o caso de Mariel Leão da Silva, que enxergou uma nova oportunidade de crescer  através da iniciativa criada por ele mesmo, a Mariel Bereré, que segue fazendo a confecção artesanal de redes para diversos esportes. Ele já recebeu encomendas, inclusive, do jogador de futebol Neymar Jr.  


"Comecei há 5 anos, quando o 'Guigui'  (campeão mundial de futevôlei) estava com a gente e tinha algumas encomendas vindas de Maués e antes disso, eu não tinha ideia de confeccionar rede e por curiosidade fui ver no YouTube e aprendi lá. Graças a Deus, hoje é minha principal fonte de renda", destaca o empreendedor que confecciona redes de vôlei, futevôlei, trave, cesta de basquete e até mesmo rede de proteção para apartamentos.
E com o sucesso local, o empreendedor também abriu muitas portas: atualmente, vende seus produtos para diversos outros estados brasileiros por meio de encomendas feitas sob medida. "Vendo para quase todo o Brasil. Piauí, Rio de Janeiro, São Paulo, Acre, Rondônia e outros", completa Leão. O material utilizado para a produção das redes vem da Plasmódia, loja de cabos paulistana. Segundo Mariel Leão, esse material possui nylon extremamente reforçado que dá sustentação às redes que ele produz. 




Mudança de vida 

Nem tudo na vida é apenas sucesso. Mariel começou a vida em uma realidade muito diferente da que vive hoje e relembra a história. "Eu trabalhei 16 anos no ramo de água, numa empresa de água. E passei esses 16 anos trabalhando na rua, hoje trabalho por conta própria", diz. 
Além de Mariel, outros trabalhadores também ajudam na confecção desse material na capital amazonense. Demétrius Rocha Simões, que acabou ficando desempregado no período da pandemia, conta que é extremamente gratificante a experiência de trabalhar lidando com essa iniciativa voltada ao esporte e auxílio na comunidade. 


"Muito experiência está sendo muito gratificante, pois acabei ficando desempregado na pandemia. É bom trabalhar com o Mariel, ele ajuda bastante nossa comunidade e acabei me identificando com essa profissão. Pude aprender muito sobre a montagem e confecção dessas redes. Além disso, nas horas vagas, sempre buscamos um momento entre nós para brincarmos mesmo com tantas responsabilidades." 


 Além da confecção de redes para uma demanda nacional, a equipe do Mariel Bereré também vêm trabalhando em grandes obras de destaque para grandes esportistas brasileiros. O serviço mais recente foram as obras feitas para a Arena da Amazônia, em Manaus. 

"Um grande serviço que fizemos foram as redes da Arena da Amazônia, do Estádio da Colina, e uma para o Neymar Jr. que a própria assessoria dele encomendou do Mariel. E, através do GuiGui, enviamos uma rede para Dubai nos emirados Árabes, uma grande satisfação o reconhecimento do nosso trabalho", conta Demétrius


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.