Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020
E NO BRASIL?

Enquanto Brasil 'sofre' para lançar 5G, Coreia do Sul anuncia internet 6G

Governo sul-coreano planeja investir 200 bilhões de wons (cerca de 169 milhões de dólares) neste projeto. Nova tecnologia permitirá velocidades de um terabyte por segundo



techtudo-comparacao-cel_1E866DBE-816B-4A71-B11D-E740DB5BA496.jpg Foto: Divulgação
10/08/2020 às 14:44

O governo sul-coreano planeja lançar o projeto-piloto para implantação da rede 6G em 2026. A próxima geração de rede móvel é promovida como sendo 50 vezes mais rápida que o 5G e Coreia do Sul planeja comercializar o serviço entre 2028 e 2030, de acordo com informações do Business Korea.

Dias atrás, Chung Se-kyun, primeiro-ministro da Coreia do Sul, finalizou a estratégia do governo para promover a pesquisa e o desenvolvimento para a próxima geração de telecomunicações em uma reunião com outros ministros com foco em ciência e tecnologia. A estratégia consiste no desenvolvimento preventivo de tecnologias de última geração, garantindo patentes de alto valor agregado e estabelecendo fundações de pesquisa, desenvolvimento e indústria. 



A partir de 2021, o governo sul-coreano planeja investir 200 bilhões de wons (cerca de 169 milhões de dólares) ao longo de cinco anos neste projeto para garantir tecnologia 6G básica. Ele começará com 10 tarefas estratégicas em 6 áreas-chave: hiperdesempenho, hiperlargura de banda, hiperprecisão, hiperespaço, hiperinteligência e hiperconfiança.

O projeto visa alcançar uma velocidade de transmissão de dados de um terabyte por segundo, o que é muito mais rápido que os serviços móveis 5G, e reduzir a latência para 0,1 ms para serviços sem fio e 5ms ou menos para serviços com fio. O projeto também estabeleceu a meta de disponibilizar serviços de comunicação 6G até 10 km acima do solo.

Quando tecnologia e a infraestrutura estiverem garantidas, o governo lançará um projeto-piloto para começar a atualizar a rede de telecomunicações existente para o 6G a partir de 2026. O governo selecionou cinco grandes áreas para o projeto-piloto: saúde digital (cirurgia remota, criptografia biométrica através da tecnologia de criptografia quântica), conteúdo imersivo (reuniões não presenciais com hologramas em tempo real), carros autônomos (carros voadores), cidades inteligentes (transporte inteligente sem engarrafamentos) e fábricas inteligentes (controle de precisão em tempo real baseado em toque).

Em um estudo publicado em julho pela Samsung, a empresa prevê que o 6G começará a ser comercializado em 2028. O estudo, intitulado “A próxima experiência hiperconectada para todos”, está disponível aqui. O estudo cobre vários aspectos relacionados ao 6G, incluindo tendências técnicas e sociais, novos serviços, requisitos, tecnologias candidatas e um cronograma esperado de padronização.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.