Sexta-feira, 14 de Agosto de 2020
‘novo normal’

Empresas tentam se adaptar a uma nova maneira de fazer grandes eventos

Um dos eventos que sofreram mudanças é a Campus Party Transire Amazônia (CPAmazônia)



campus_E55AE6B6-BCEB-44E2-8034-4F6D2BCC0687.jpg A Campus Party estava prevista para março deste ano, em Manaus. Foto: Divulgação.
06/07/2020 às 18:27

A mudança da vida em sociedade do presencial para o virtual alterou as programações de grandes eventos que ocorreriam ao longo deste ano. A Campus Party Transire Amazônia (CPAmazônia), por exemplo, precisou ter a estrutura desmontada às pressas, adiando o evento que ocorreria no fim de março na Arena da Amazônia, para este final de semana.

A possibilidade de mudança da data era estudada pela organização, pois a sede mundial de operações do Instituto está localizada na cidade de Milão, na Itália, país fortemente atingido pela onda da covid-19. Por isso, desde o final de janeiro, segundo o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, as alterações da programação já eram uma possibilidade, caso houvesse o decreto da pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS).



Além dos “campi” programados para o Brasil nas capitais de Goiás, São Paulo, Brasília e Manaus, o mega evento de tecnologia era planejado para países como o Japão, Cingapura, Canadá, Estados Unidos, dentre outros. “Quando decidimos suspender [o evento em] Manaus, nós já estávamos pensando no que iríamos fazer, porque teríamos 31 eventos programados para 2020 no mundo”, esclarece o presidente.

Farruggia ressalta que o processo de virtualização do evento foi facilitado, pois o público-alvo possui familiaridade com o uso da tecnologia. Além disso, as palestras já eram transmitidas pela internet, durante os eventos presenciais, e alcançavam em média 10 milhões de pessoas em todos os continentes.

Prós e contras

A notícia sobre o novo formato da CPAmazônia animou o professor Tiago Cauassa que irá realizar uma oficina de Micro Bit, um computador de bolso que colabora para o ensino da lógica de programação, no evento. Apesar dos pontos positivos, como a participação de pessoas de outros estados sem precisar do deslocamento para capital do Amazonas, o professor pondera que a internet pode, ainda assim, limitar a participação do público, principalmente do interior do estado.

A Campus Party Digital Edition - Reboot the World, desenvolveu uma plataforma tecnológica com transmissão pelo site e gravação para o YouTube, para realização dos painéis, o alto investimento colaborou para que em tempo recorde fossem criados mecanismos de interação entre os participantes e deve ser mantida nas próximas edições.

Entre os palestrantes do palco global, estarão personalidades do mundo da tecnologia como Tim Berners-Lee, criador do WWW (World Wide Web), e Edward Snowden, ex-administrador de sistemas da Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos que revelou práticas ilegais de espionagem promovidas pelo governo americano.

“Não vai ser a mesma coisa”

Participantes se mostram frustrados com o cancelamento e a adaptação de eventos por perderam a experiência ‘in loco’. A viagem até a cidade de São Paulo para participar dos congressos da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e do RD Summer, de marketing digital, estava nas metas da jornalista Islânia Lima desde o ano passado. A transferência dos dois eventos para os meios digitais, por conta da necessidade de evitar aglomerações, a surpreendeu negativamente, pois segundo ela, o principal intuito de sua participação é fazer networking com os participantes e palestrantes.

“Não vai ser a mesma coisa para mim, porque o contato físico é importante, principalmente quando você quer trocar ideias, experiência e conversar com os palestrantes”, lamenta a jornalista, que estava organizando uma caravana de colegas de Manaus para marcar presença nos congressos.

A secretária executiva da Abraji, Cristina Zahar, explica que, a princípio, o evento seria apenas adiado para o segundo semestre do ano, mas, por conta da progressão da crise de saúde, o congresso será realizado em setembro (10 a 13), agora com auxílio da internet. A expectativa é que pelo menos 1,2 mil profissionais estejam conectados ao evento que reduziu a duração das palestras e abriu mão da bilheteria com a opção ‘Pague quando puder’.

Cristina aponta ainda que 90% dos patrocinadores mantiveram os subsídios no valor original, apesar dos custos serem inferiores na nova modalidade. “Não queremos que as pessoas deixem de vir ao nosso congresso, mesmo que seja on-line por uma questão financeira”, acrescentou.

A Abraji pretende manter a agenda on-line até o desenvolvimento da vacina contra o novo coronavírus e para melhorar a experiência dos congressistas as exposições serão gravadas e disponibilizadas posteriormente. A diretoria ainda está avaliando ferramentas para interação virtual entre os congressistas.

FNE será virtual

O projeto para a Feira Norte do Estudante (FNE) em 2020 já está em processo de formatação para ser operado pela internet. A plataforma ainda está em estudo, mas pretende ampliar o leque de convidados com nomes nacionais e deve ocorrer na última semana de setembro.

A ideia veio após a produtora IAI Promoções ser convidada pelo maestro Rui Alencar para organização do ‘Jazz na Sala’, uma série de 20 lives que fez sucesso ao tratar diversos aspectos do âmbito das artes.

“O mercado com a questão do on-line viu uma possibilidade além fronteiras muito interessante. Essa experiência do ‘Jazz na Sala’ trouxe uma bagagem que vamos querer usar na Feira Norte do Estudante”, destaca a diretora de produção da IAI, Inês Lima Daou, que ainda adianta a intenção da FNE de levar acesso ao conteúdo para os estudantes “estamos criando um produto de educação que chegue às mãos desses meninos, mesmo que eles não tenham acesso a internet”, finaliza.

News giovanna 9abef9e4 902c 428b a7c8 c97314664fb7
Repórter
Repórter de A CRÍTICA. Sempre em busca de novos aprendizados que somente uma boa história pode trazer.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.