Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020
combate ao coronavírus

Indústria reforça ações para manter produção ativa em Manaus

Distrito Industrial de Manaus tem cerca de 500 empresas que estão com funcionamento parcial e adotaram medidas como férias coletivas, campanhas e mais higiene



1594615_3F26AF8E-B3D4-4E6E-8DED-8959BD80C20F.jpeg Foto: Divulgação
07/04/2020 às 21:23

Apesar da paralisação de alguns serviços, boa parte das operações das fábricas localizadas no Polo Industrial de Manaus (PIM), seguem em funcionamento, mas agora elas têm adotado medidas de segurança para garantir a saúde dos funcionários.

Logo após a classificação do covid-19 como pandemia mundial pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam) elaborou uma série de recomendações para as empresas.



Em um levantamento feito pelo Cieam com 19 indústrias locais apontou que a disponibilização de álcool em gel e conscientização sobre medidas de higiene foram as principais iniciativas adotas para prevenção da doença e as férias coletivas foram adotadas por 47% dos respondentes para viabilizar o cumprimento das medidas de segurança.

O diretor da Provisa Gestão de Saúde, Janary Rodrigues, que atende 130 mil pessoas no Brasil incluindo colaboradores de empresas do PIM, esclarece que é importante a redução da quantidade de pessoas nos ambientes fabris, mas informa que com as normas de distanciamento social indicadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em breve as empresas podem parar completamente.

“Elas [empresas] têm desenvolvido um trabalho com essas pessoas e deixando o ambiente com a menor quantidade possível de pessoas, tem muita gente em home office ou realmente de férias. Então a gente prevê que rapidamente o distrito pode parar 100% se continuar essa perspectiva renovando mais por 15 dias”, alerta.

Por outro lado, Rodrigues destaca que as grandes fábricas possuem equipes médicas e de segurança do trabalho, que podem viabilizar treinamentos para os colaboradores e estão fiscalizando a utilização correta dos equipamentos de proteção individual (EPI) além dos que são disponibilizados normalmente nas indústrias e isolando os grupos de risco.

O diretor indica que as fábricas estão reforçando o uso de EPI durante a pandemia como a oferta de luvas, máscaras e roupas mais apropriadas, caso sejam necessárias, e ainda a disponibilização do álcool em gel e lavagem regular das mãos.

E a alimentação provida aos funcionários também ganhou reforço com maior quantidade de nutrientes para fortalecer o sistema imunológico.

Site ajuda o diagnóstico

Para ajudar na identificação dos sintomas relacionados à covid-19 e conter o pânico devido ao isolamento a Provisa lançou uma triagem online, gratuito para toda a população.

A plataforma permite que o usuário informe sobre o seu estado de saúde se o paciente possui, ou não, sintomas relacionados à doença.

“Ele [usuário] vai ser perguntado se tem plano de saúde, quais os sintomas, se viajou recentemente, e no final, se ele tiver os sintomas nós entramos em contato diretamente com ela ou se o robô perceber que ela tem algum distúrbio de humor ela é direcionada a outra área para auxiliar na saúde mental”, explica o diretor da gerenciadora de saúde.

O site utiliza a Inteligência Artificial para tranquilizar a população possibilitando também avaliar a situação psicológica da população que pode ser afetada por conta do isolamento e o pânico em relação a doença, além de assistência social e campanhas de prevenção

News giovanna 9abef9e4 902c 428b a7c8 c97314664fb7
Repórter
Repórter de A CRÍTICA. Sempre em busca de novos aprendizados que somente uma boa história pode trazer.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.