STARTUPS

Editais são oportunidade de financiamento para projetos de inovação digital

De acordo com o Sebrae, foram pelo menos 37 projetos para fomento de empresas de base tecnológica

Giovanna Marinho
05/05/2020 às 18:30.
Atualizado em 22/03/2022 às 16:22

(Foto: Divulgação.)

A inovação pode não parar e as startups que desejam aproveitar o período e submeter as suas ideias para conseguir novos investimentos através dos editais abertos em todo o território nacional.

De acordo com o site do Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas empresas (Sebrae), foram pelo menos 37 projetos para fomento de empresas de base tecnológica em níveis Brasil, América Latina e Internacional.

Um deles é o IA2 MCTIC uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), através da Softex, que abriram a segunda fase programa agora visando o financiamento de startups que atuem com inteligência Artificial (IA).

Tecnologia nas cidades

O projeto de inovação aberta busca internacionalizar ideais que atuem nas áreas de agronegócios, indústria, saúde e cidades inteligente.

“A escolha da IA vem do seu potencial de trazer ganhos na promoção da competitividade e no aumento da produtividade brasileira, na prestação de serviços públicos, na melhoria da qualidade de vida das pessoas e na redução das desigualdades sociais, dentre outros”, explica o vice-presidente da Softex, Diônes Lima.

O critério de avaliação será feito por pontuação e os projetos que atuam nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste serão beneficiados com até 10 pontos que podem ser multiplicados em até quatro vezes.

As empresas selecionadas poderão receber até R$ 500 mil de investimento. As inscrições estão disponíveis a partir desta segunda-feira (4) e se estendem até o fim do mês de maio, através do site: softex.br/iamctic atendendo aos critérios de elegibilidade descritos no edital do processo seletivo.

Mobilidade

O programa de inovação em mobilidade urbana, Desafio da Coletivo, promovido Associação Nacional das Empresas deTransportes Urbanos (NTU), na sua segunda edição busca dar apoio em soluções inovadoras para o transporte coletivo. Os interessados precisam submeter ao edital o Mínimo Produto Viável (MPV), que serão apresentados ao ecossistema de mobilidade.

“O coletivo é voltado para os projetos que já tenham passado do processo inicial de ideação já tenham um resultado mais prático”, diz o diretor técnico da NTU, André Dantas, sobre o objetivo do edital.

A seleção será feita em três estágios, para a incubação. Primeiramente é realizada uma ‘peneira’, para verificar se os projetos se encaixam na temática e é analisada da viabilidade do MPV, em seguida os projetos são apresentados aos empresários do ramo de transportes coletivos de todas as regiões do Brasil, por fim, é realizado o Dia do Pith, com avaliação dos seis finalistas definindo um vencedor pela votação do júri e voto popular.

As inscrições estão abertas e seguem até o dia 17 de maio no site: www.coletivo.org.br.

Energia

O Ministério de Minas e Energia por meio da Eletrobras, realiza o Programa Lab Procel para fomentar e estruturar negócios que possuam soluções e produtos para promover a eficiência energética e o saneamento ambiental para os setores públicos e privados.

Os selecionados serão contemplados com a aceleração, assessoria, mentorias, capacitações e infraestrutura física para condução das suas ideias, além de obter apoio da Eletrobrás para articulação de parcerias com empresas, instituições e organizações.

As inscrições deverão ser realizadas até o dia 17 de maio, às 19h, pelo site: www. eletrobras.com.

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por