Terça-feira, 19 de Novembro de 2019
TECNOLOGIA

Laboratório da Indústria 4.0 inaugurado em Manaus será aberto ao público

Escolas, universidades, empresas de vários segmentos podem solicitar o espaço do INDT e FPF Tech para realização de treinamentos e capacitações voltadas para a tecnologia



WhatsApp_Image_2019-11-07_at_20.09.13_20FB98F2-C54E-483A-8A49-A6FC96A85A92.jpeg Foto: Divulgação
08/11/2019 às 06:53

A fim de ajudar no desenvolvimento da indústria 4.0 no Amazonas, foi inaugurado, nesta quinta-feira (7), o FabLab powered by EcoStruxure, o primeiro laboratório da indústria 4.0 em Manaus. O projeto nasceu como fruto da parceria entre a FPF Tech, o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico (INDT) e a Schneider Electric Brasil, empresa que ofertou os equipamentos.

O investimento inicial das três empresas foi na ordem de R$ 3 milhões, segundo o diretor executivo da FPF Tech, Luis Braga.



O FabLab, que funciona no prédio da FPF Tech (av. Governador Danilo de Matos Areosa, 1.170, Distrito Industrial, Manaus), é aberto à comunidade. Portanto, escolas, universidades, empresas de vários segmentos podem solicitar o espaço para realizar treinamentos e capacitações.

O laboratório consiste de seis bancadas: cinco com itens para simulação e aprendizado em automação de máquinas e uma com equipamentos para automação de processos. Todas as bancadas podem trabalhar individualmente ou conectadas em rede, formando um ambiente real de automação de uma planta.

Empresas que estejam na transição tecnológicas podem realizar capacitaçao de mão de obra no laboratório, sob demanda. A capacitação ficará sob a responsabilidade das instituições tecnológicas que treinaram cerca de 20 profissionais das áreas de engenharia, computação, gestão e qualidade.

Ideia

A ideia surgiu há um ano, após um insight da equipe da FPF Tech, que resolveu buscar parceiros para implementar o laboratório e captar o investimento.

"Todos os equipamentos e softwares são voltados para desenvolvimento de tecnologia da indústria 4.0, como sensores IoT, processamento de grande volume de dados, aplicações com realidade aumentada", explicou Braga.

O presidente da Schneider Electric Brasil, Marcos Matias, veio ao lançamento em Manaus e na oportunidade reforçou a capacidade da empresa para implantar parques industriais de manufatura 4.0, por ser referência em soluções digitais de energia e automação.

Limitação

Um pesquisa divulgada na semana passada mediu o nível de maturidade e prontidão da Indústria 4.0 nas empresas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM). A conclusão em primeira amostragem apontou que 57% das empresas reconhecem a importância da indústria 4.0, mas ainda não a contemplam nas suas estratégias; e 92% dos colaboradores das empresas do segmento têm pouca/nenhuma habilidade digital.

A pesquisa foi realizada pela Federação das Indústrias do Estado Amazonas (Fieam), Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam) e pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.