Terça-feira, 20 de Outubro de 2020
OPORTUNIDADE

Mais de 500 mil no Amazonas podem negociar dívida

Campanha de renegociação pela Caixa Econômica envolve dívidas de R$ 50 a 5 milhões e prevê desconto de até 90%



show_caixa_economica_federal0505202674_6593AE21-F960-4117-B589-2A2D1819801F.jpg Foto: Divulgação
21/09/2020 às 08:37

A Caixa Econômica Federal deu início à campanha “Você no Azul” para renegociação de dívidas de contratos comerciais em atraso. A ação, que será realizada até 31 de dezembro de 2020, deve beneficiar ao menos 522 mil clientes do banco com débitos em aberto no Amazonas. Os descontos em negociação com a Caixa podem chegar até 90% par pessoas físicas e empresas com inadimplência.

A “Você no Azul” abrange 3 milhões de pessoas físicas e 359 mil empresas, sendo que mais da metade dos clientes possuem dívidas de até R$ 3 mil. O público alvo é composto por clientes que estejam com dívidas vencidas no montante entre R$ 50 e R$ 5 milhões. As condições variam conforme a modalidade de crédito contratada e o período de atraso.



A superintendente de rede da Caixa Econômica Federal para o Amazonas, Maria Cláudia Sakai, explica que os clientes que possuem alguma dívida do cartão de crédito também podem participar da campanha do banco. A superintendente afirma que no Amazonas existem cerca de 5,2 milhões de contratos em atraso. A inclusão de contatos de cartão de crédito alavancou os números.

Os contratos residenciais não fazem parte da campanha de renegociação da Caixa. No entanto, Maria Sakaria pondera que o banco “possui condições e benefícios especiais” para regularização de débitos, “inclusive com o benefício de utilização do Fundo de Garantia”, caso o contrato preveja isso.

Ainda conforme Sakaria, a Caixa Econômica Federal mantém uma média de inadimplência por volta de 3% do volume contratado. Atualmente, só Manaus acumula 5,2 milhões de contratos inadimplentes com uma média de R$ 10.000 por contrato.

Esse acumulado de contratos em aberto soma um débito de R$ 50 milhões que a campanha pretende regularizar até o final deste ano.

Agências

Qualquer agência da Caixa pode iniciar a negociação de dívidas no âmbito da campanha “Você no Azul”. Segundo Maria, para edição da campanha deste ano, o banco trouxe uma novidade. Os clientes que possuem dívidas em atraso já com o desconto que não ultrapassam R$ 2000, também poderão fazer a quitação da dívida nas “casas lotéricas”.

“Além disso, ele pode acessar o internet banking da Caixa para fazer a sua negociação direto por lá e também o Whatsapp Caixa, onde o cliente vai ter todas as informações da liquidação do seu débito. O Whatsapp Caixa é o 08007260104. Esse canal fica disponível assim como dos demais canais a todos os clientes que estejam interessados em liquidar as dívidas”, salientou.

Cautela

A vice-presidente do Conselho Federal de Economia (Cofecon), economista Denise Kassama pontua que, ao aderir às condições de tais campanhas de renegociação de dívidas, o razoável é analisar a taxa de juros que se propõe, porque segundo a economista,  a taxa de juros gerada devido ao arrolamento da dívida (novos prazos para quitação) podem ser tão altos que “a dívida duplica ou triplica”.

A economista que é membro do Cofecon esclarece que o estabelecimento da taxa de juros depende muito do tipo de dívida, prazos e número de parcelas do montante do débito. “Se a taxa Selic já baixou a 2%, então proporcionalmente todas as outras taxas deveriam estar bem mais acessíveis”.

Denise alerta que quanto maior for a quantidade de parcelas, maiores serão os juros. Para ela, ao negociar, o interessado precisa “colocar na ponta do lápis” a sua capacidade de pagamento e a quantidade de parcelas para caber no orçamento.

“Quanto maior for o número das parcelas da renegociação, maior vai ser a dívida. Os bancos trabalham muito com essa questão de risco, mas pelo o que observei nem todas as instituições bancárias estão oferecendo realmente renegociações atrativas. Muitas só renomearam a dívida para dizer que está renegociando, mas na prática não está”, assinalou.

Campanha quitou R$ 3,4 bilhões

A primeira edição da campanha "Você no Azul" ocorrida no ano passado liquidou mais de 583 mil contratos, totalizando R$ 3,4 bilhões em dívidas quitadas.

Em 2019, a campanha abrangeu cerca de 3 milhões de clientes, sendo que 80% dos clientes pessoas físicas puderam quitar suas dívidas à vista por valores inferiores a R$ 1.000 e 70% dos clientes pessoa jurídica tiveram oportunidade de quitá-las com valores inferiores a R$ 5.000.

No ano anterior, a campanha iniciou ainda em julho. Neste ano de 2020, por causa da pandemia, a Caixa adiou para o início de setembro o lançamento da campanha de renegociação de débitos.

Seguindo a configuração da primeira campanha, a CAIXA colocou a campanha “Você no Azul” na estrada para o cliente contar com mais um canal de atendimento. Cinco caminhões percorrerão todas as regiões do país durante a campanha. No cronograma de visitas, ainda não consta nenhuma cidade do Amazonas.

Análise de Denise Kassama, vice-presidente do Conselho Federal de Economia (Cofecon), economista

De uma forma geral, o refinanciamento tem que ser observado com uma certa prudência, analisando a taxa de juro que está sendo proposta, porque às vezes esses programas que anunciam um refinanciamento geram novos prazos, mas os juros são tão altos que a dívida duplica, triplica.

Então tem que avaliar, mas de uma forma geral, a gente tem que ver com bons olhos porque no momento, a economia não está passando por um momento muito bom, entrando nesse processo de recuperação em função da pandemia, então é natural que credores e devedores tenham uma boa negociação para as dívidas.

Muita gente se endividou, muita gente ficou desempregada, muita gente em situação financeira delicada neste momento, então há essa necessidade de se negociar. O credor quer receber alguma coisa e o devedor não quer ficar com nome sujo na praça. Tem que haver um bom canal de comunicação, mas é muito importante avaliar a taxa de juros implícita nesses processos de renegociação para ver se ela está adequada ou se não está multiplicando o valor da dívida”.

Comentário de Maria Cláudia Sakai, superintendente de Rede da Caixa para o Amazonas

A CAIXA lançou no último dia 10 de setembro a ação “Você no Azul”. Essa ação vai até o dia 31 de dezembro e traz condições especiais, tanto para pessoa física, quanto para pessoa jurídica fazerem a quitação de seus débitos junto à Caixa.

Essa ação beneficia os clientes com descontos que podem chegar até 90% do valor da dívida. Pessoas físicas e jurídicas estão inseridas nesse benefício e também as dívidas com cartão de crédito. O cliente, que porventura, tenha o cartão de crédito em atraso, ele também pode se beneficiar destes descontos.

No Estado do Amazonas, são 522 mil clientes que estão inseridos na campanha “Você no Azul” e 5,2 milhões de contratos em atraso. Muitas vezes as pessoas têm mais de um contrato e como são inseridos na campanha os contratos de cartão de crédito também, esse volume de contrato cresce muito.

Os contratos habitacionais não estão inseridos na campanha, porém, a Caixa possui também condições e benefícios especiais para que os clientes possam colocar seus débitos em dia, inclusive com o benefício de utilização do Fundo de Garantia para colocar as prestações em dia, caso esse benefício esteja enquadrado no contrato do cliente nas condições iniciais de contratação.

A Caixa traz uma importante novidade, além de todas as agências da CAIXA estarem atendendo esses clientes, os clientes que possuem dívida em atraso, cujo valor já com o desconto, não ultrapassa R$ 2.000, pode também fazer o pagamento nas casas lotéricas. Além disso, ele pode acessar o internet banking da Caixa para fazer a sua negociação direto por lá e também o Whatsapp Caxia, onde o cliente vai ter toda as informações da liquidação de seu débito.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.