Terça-feira, 19 de Novembro de 2019
INÉDITO

Primeiro mestrado em Indústria 4.0 no AM será ofertado ainda em 2019

Parceria entre Ufam e Suframa resultou na abertura do curso, que deve abrir seleção ainda neste mês de novembro. Mestrado será para turma específica de 20 servidores da Suframa



1529379_9CA49A14-E66E-45CA-943C-48394DB9F814.jpg O segmento de Indústria 4.0 para o mercado de trabalho tem demandado das instituições de ensino novos cursos a nível de especialização, mestrado e doutorado Foto: Reprodução/Internet
08/11/2019 às 07:33

Uma parceria da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) com a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), resultou na formalização de um Termo de Execução Descentralizada (TED), com vistas à oferta do primeiro mestrado com ênfase em Indústria 4.0 da região, a ser ofertado pela universidade para uma turma específica de 20 servidores da Suframa.

“A parceria, disponibilizará recursos de 400 mil reais para a manutenção do curso ao longo de dois anos. Em outras palavras, é a Suframa descentralizando recursos da União para que a Ufam execute o mestrado, pois o curso exige uma fonte de financiamento. Este é só o primeiro passo. O TED é assinado por quem envia o dinheiro e por quem recebe e executa”, esclareceu o reitor da Ufam, Sylvio Puga, ao frisar o ineditismo do projeto na região Norte.



A seleção está prevista para ocorrer ainda neste mês de novembro, e a turma deverá ter início ainda em 2019.

O coordenador da parceria e vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Ufam, professor Kenedy Vieira, informou que servidores egressos de todas as áreas do conhecimento poderão participar, já que a ideia é trabalhar com a parte de Gestão.

“Muito provavelmente, as aulas terá início no mês de dezembro, logo após ser concluída a seleção, que será em novembro”, destacou ele. Como se trata de uma turma fechada, os critérios de seleção são estabelecidos “conforme as necessidades do cliente”, enquanto o recurso para a manutenção será repassado para a Ufam por deslocamento oriundo do orçamento federal.

Com esse valor, o coordenador da parceria explica que serão atendidos os professores, que terão bolsas para atuarem fora do horário de expediente regular.

O superintendente adjunto da Suframa, coronel Alcimar Martins, lembrou que, hoje, as empresas têm a obrigação de investimento em Instituições Públicas, sejam eles de desenvolvimento, de capacitação ou na área de sustentabilidade. “A Lei existe. Atualmente, a Suframa não possui recurso próprio, mas temos como procurar as empresas para apresentar as propostas que nos são trazidas pelos parceiros”, observou o coronel.

O assunto “Indústria 4.0 e Sustentabilidade” no âmbito das universidades foi debatido durante a 12ª Assembleia Geral e do 11º Seminário Internacional do Grupo Coimbra de Universidades Brasileira, que ocorreu entre os dias 29, 30 e 31 de outubro o auditório Eulálio Chaves, da Ufam.

Waltair Machado: pró-reitor de Inovação Tecnológica da Ufam (Protec)

“A importância de se firmar parcerias profícuas e permanentes com instituições contribuem para a formação de experts. Já estamos atrasados na corrida para a modernização do nosso parque industrial. Não podemos perder o timing. Precisamos ter um centro de desenvolvimento para acomodar essas necessidades de criação. Ao lado dos recursos humanos, nós precisamos atalhar o caminho e fortalecer as parcerias com as instituições que mais têm avançado nesse setor. Nós precisamos formar os formadores”, afirma.

Turma específica

O coordenador da parceria e vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Ufam, professor Kenedy Vieira, explica que a turma será abrigada na já existente estrutura do PPG, mas terá necessidades próprias. “Nós teremos disciplinas obrigatórias do Programa e as optativas, que são voltadas a essa formação específica”. afirmou o docente.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.