Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
Navegando mais fácil

Startup cria sistema de compras de bilhetes para viagens de barco pelo AM

Novo sistema, que também oferece o serviço de frete por meio de e-commerce e outras facilidades, entra em operação em dezembro



1529604_056A6AFF-825D-43F6-B936-95F4C05BD283.JPG O transporte hidroviário é o principal meio de locomoção para conectar os municípios do Amazonas e do Norte (Foto: Junio Matos/Freelancer)
04/11/2019 às 20:38

A forma tradicional de comprar passagens para viajar de barco para o interior do Amazonas feita hoje, por meio de um recibo preenchido à mão por um vendedor no Porto da Manaus Moderna, está com os dias contados. É que a partir do mês de dezembro de 2019 entra em operação um novo sistema de compras de passagens online e também do serviço de frete por meio de e-commerce, lançado pela startup amazonense Navegam.

O CEO (Chief Executive Officer) da startup e um dos sócios proprietários da Navegam, Geferson Oliveira, destaca que o foco do negócio inovador é “fornecer soluções comerciais e logísticas, com segurança e excelência por meio de pessoas qualificadas, agregando valor aos clientes e visando a sustentabilidade do negócio para a população ribeirinha”.



O sistema que propõe a automação da compra e venda de passagens para viajar nas embarcações começou a funcionar em março deste ano em fase pré-operacional. Nessa primeira etapa, os vendedores das agências de viagens fazem a emissão dos bilhetes por meio de maquinetas do tipo POS (Point of Sale – ponto de venda, sigla em Inglês), que substituíram os antigos recibos manuais. No entanto, o sistema ainda funciona apenas presencialmente no Porto da Manaus Moderna, no Centro.

“Costumamos dizer que a Navegam não é somente uma empresa que vende passagens de barco. Na verdade, o foco da Navegam é oferecer soluções voltadas para a área fluvial. Hoje, temos uma plataforma que gerencia desde a embarcação, o vendedor interno/externo e as agências fluviais, onde, com um simples clique, torna possível visualizar a quantidade de passagens vendidas, o relatório de passagens por cada vendedor e, principalmente, a lista de passageiros para a Capitania dos Portos”, esclarece o CEO.

No que diz respeito à automação do serviço, Oliveira reforça que o intuito da Navegam não é acabar com a função do vendedor ou da agência que comercializa as passagens de barco, mas sim, integrar os serviços oferecidos.

“Nossa meta é trazer esse pessoal (vendedores e donos de agências de viagens) para a nossa plataforma. Queremos integrar os vendedores e as agências que ficam o dia inteiro ali no sol no porto, para unir forças junto à Navegam, dando uma possibilidade de gerenciamento e, consequentemente, uma melhor administração nos ganhos”, destaca Geferson Oliveira que é Especialista em Ciência da Computação.

O empreendedor compara o novo serviço oferecido pela Navegam ao negócio disruptivo adotado pela empresa Uber. “Nosso modelo de negócio segue o que é usado pela Uber que oferece a plataforma e o motorista, o carro dele. Dessa maneira, o serviço aproxima as duas partes interessadas no negócio e atende à demanda do cliente que precisa viajar”, explica o CEO.

Sistema já está em pré-operação

Desde o mês de março deste ano, a Navegam vem operando no Porto da Manaus Moderna, exclusivamente com a aplicação voltada para uma solução de gerenciamento das embarcações e dos agentes envolvidos, como, por exemplo, donos de embarcações, vendedores e agências de passagens.

“Com o sistema instalado na embarcação, o dono do barco consegue gerenciar todos os agentes (vendedores internos e externos), unificando e dando transparência tanto para o dono do barco e, principalmente, para quem compra a passagem, já que hoje, esse processo ainda é feito manualmente”, ressalta Geferson Oliveira ao destacar que o intuito é automatizar o serviço para uma forma muito semelhante ao que é hoje no modal aéreo.

Para se chegar até à viabilidade da plataforma operando em 100% de forma online (pela internet), a Navegam precisou solucionar, primeiramente, a gestão interna das embarcações. Para essa etapa, foi desenvolvido um sistema com base nessa solução. A partir daí, a startup conseguiu disponibilizar a checagem da quantidade de passagens no e-commerce que é um site que reúne todas as passagens hoje disponíveis no Estado do Amazonas. Com a plataforma implantada, qualquer pessoa poderá fazer compras de passagem de barco com apenas um clique na internet.

A base de dados da Navegam conta hoje com cerca de 65% das embarcações (92 cadastradas) que operam no sistema de transporte hidroviário do Amazonas. As embarcações têm como destinos, praticamente, todo o interior do Estado. A startup revela ainda que já existe a prospecção para operar também em alguns trechos do Pará, além da possiblidade de levar a plataforma para as capitais, Belém (PA) e Porto Velho (RO).

*Com informações de Assessoria de Imprensa

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.