Domingo, 29 de Novembro de 2020
Economia

PIX é uma nova opção gratuita para transferências bancarias no Brasil

Novo sistema de pagamentos instantâneos visa facilitar transferências bancarias se tornando uma forma alternativa aos tradicionais DOC e TED e outros tipos de pagamento.



smartphone_9892C837-7441-4AB8-B425-19F155107EC3.jpg Foto: Marcello Casal - Agência Brasil
05/10/2020 às 18:09

O brasileiro vem escolhendo a opção digital na hora de controlar seu dinheiro, de acordo com a Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) cerca de 74% das transações bancárias no mês de abril no país por pessoas físicas foram realizadas pelos canais digitais, um mês após o início da quarentena e das medidas de isolamento social para o combate da covid-19. 

Pensando nisso um novo sistema de pagamentos instantâneos do banco central visa facilitar essas transferências bancarias, denominado de PIX e todas as pessoas que tem conta em alguma instituição financeira, poderão realizar as transações, que é uma forma alternativa aos tradicionais DOC e TED e outros tipos de pagamento. O cadastramento da chave é uma forma de facilitar ainda mais essas transações, já que ele identifica o recebedor sem a necessidade de informar dados como número da instituição, agência e conta.



Para o dono de uma loja de produtos eletrônicos, Joci souza (25),  o dinheiro é raridade entre os cliente “Uso maquina de cartões e também transferência bancaria, durante a pandemia essas opções viraram preferencia entre os clientes, vejo mais o dinheiro na tela do celular que até mesmo na carteira”. O empresario diz que já sofreu golpes de comprovantes falsos “Já aconteceu de cliente querer comprar no sábado mandando comprovante, mas quando foi em dia útil o dinheiro não caiu na conta. Por sorte não entreguei o produto até confirmar o pagamento”, ele completa dizendo que a nova opção evita esses riscos “Como o dinheiro cai na hora, traz mais segurança na hora de vender” conta Joci.

O Economista Ailson Rezende fala que o O PIX promete modernizar os bancos tradicionais “Essa opção já é oferecida pelos bancos digitais, que é a rapidez com que os valores são recebidos. Com este sistema, o cliente não fica preso aos horários de expediente bancário”. Ainda de acordo com o economista Esse Sistema vai beneficiar o pequeno empresário “com a rapidez de receber o dinheiro das vendas, o pequeno empreendedor não tem necessidade de poupança para financiar o capital de giro da empresa” disse Ailson.

Como cadastrar no PIX

Para cadastrar a chave, basta acessar o aplicativo da instituição em que tem conta e fazer o registro, vinculando a uma conta específica uma das três informações: número de telefone celular, e-mail ou CPF/CNPJ.
Cada pessoa poderá cadastrar até cinco chaves em uma mesma conta. Por exemplo: CPF, dois telefones e dois e-mails; ou dois telefones e três e-mails. Entretanto, cada uma dessas chaves poderá ser vinculada a apenas uma conta, seja corrente, poupança ou pré-paga, ainda que na mesma instituição. Ou seja, o mesmo CPF, por exemplo, não poderá ser cadastrado em duas contas diferentes. Assim, ao informar uma chave ao pagador, o recebedor saberá identificar em qual conta os recursos serão creditados.

Pagamentos em lojas

O Pix funcionará 24 horas por dia e reduzirá para 10 segundos o tempo de liquidação de pagamentos entre estabelecimentos com conta em bancos e instituições diferentes. As transações poderão ser feitas por meio de QR Code (versão avançada do código de barras lida pela câmera do celular) ou com base na chave cadastrada.

Custos

O Pix é totalmente gratuito para pessoas físicas, mas para às pessoas jurídicas, as instituições financeiras poderão cobrar tarifa tanto no envio como no recebimento de dinheiro por meio do Pix. Caberá às instituições financeiras definir o valor das tarifas, de acordo com o chefe adjunto do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro (Decem), Carlos Brandt, o custo operacional para os bancos é de R$ 0,01 a cada dez transações.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.