Domingo, 15 de Setembro de 2019
Inovação

Programa da Fapeam irá financiar ideias inovadoras no Amazonas

Fundação irá financiar R$ 65 mil para 28 projetos nas áreas de automação, big data, inteligência artificial e biotecnologia



Centelha_4E1CFCA7-E68F-4956-B271-07C5A39B34EB.jpg Foto: Divulgação
08/09/2019 às 07:58

Conseguir um financiamento pode ser o ‘ponta-pé’ inicial para o sucesso de muitos empreendimentos, mas conseguir alguém que aposte na ideia é um trabalho difícil e a falta de incentivo pode condenar projetos brilhantes.

A Fundação de Amparo à Pesquisa no Amazonas (Fapeam) lançou na terça-feira passada, o edital para o Programa Centelha, que irá financiar até 28 projetos para que tenham ideias inovadoras para os setores de Automação, Big Data, Biotecnologia, Inteligência Artificial, dentre outros.

O Centelha tem como principal gerenciador o Financiador de Estudos e Projetos (Finesp) órgão vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação (MCTI), que irá disponibilizar um total de R$ 4,8 milhões. Os projetos aprovados poderão receber até R$ 65 mil para desenvolver as suas ideias.

Além do financiamento a empresas poderão contar o apoio da Fapeam que promoverá cursos de capacitação para os integrantes dos projetos com foco nos setores indicados no edital do Centelha, como conta Márcia Perales, diretora presidente da Fapeam.

“A expectativa é de que ao final do processo de seleção os empreendedores que participaram de alguma das fases de seleção,  mesmo que não estejam dentre os 28 selecionados, possam buscar novos caminhos para dar continuidade aos seus empreendimentos”, fala.

Para submissão os candidatos deverão caso o esteja vinculado a uma empresa estas deverão estar situadas nos Estado do Amazonas, ter sido reconhecida pelo menos 12 meses antes do lançamento do edital e possuir orçamento anual bruto máximo de até R$ 4,8 milhões.

A seleção será feitas a partir de três fases eliminatórias: Ideia Inovadora (capacidade técnica da equipe, tendências de mercado e tecnologias); Projetos de Empreendimento (grau de inovação, fator de risco, abrangência de mercado); Fomento (Planejamento do produto e do negócio, equipe e orçamento), a cada uma será atribuída uma pontuação e as maiores somas serão os contemplados com o financiamento.

 “É um programa pioneiro com um grande diferencial porque irá oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso no Estado. É um programa que todos saem ganhando. Por exemplo, por mais que o projeto não seja aprovado na etapa final da seleção, o candidato já terá adquirido significativo conhecimento, por meio das capacitações e orientações, para aprimorar a ideia inicialmente apresentada”, completa Márcia.

Busca por ideias criativas

A diretora presidente da Fapeam, Márcia Perales, ressalta a importância do projeto para o Amazonas. Ela explica que o Centelha busca ideias criativas em todas as competências do conhecimento.
“É um programa muito importante para o Estado, uma vez que ele busca incentivar a proposição de novas ideias para transformá-las na geração de empreendimentos novos e exitosos no Amazonas. Muitas vezes uma ideia inovadora não é oriunda apenas de instituições de ensino e pesquisa, mas também de outros diferentes ambientes”, explica.

Após a primeira submissão haverá a divulgação da lista com o resultado preliminar das ideias inovadoras aprovadas, e para quem for aprovado, a abertura da Fase II e II com datas limites para os dias 27 janeiro e 17 de abril do próximo ano. Os projetos aprovados serão contratados para o financiamento a partir de junho de 2020.

Prazo

Até o dia 29 de outubro até as 17h00 (horário de Manaus).

Público

Empreendedores com ideias inovadoras

Segmento

Automação, Big Data, Biotecnologia, Inteligência Artificial, dentre outros

Inscrições

Site programa-centelha.com.br/am


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.