Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
NOVO CONCEITO

Técnica inovadora com uso de alta tecnologia a favor da saúde chega a Manaus

Um novo conceito em colheita de células-tronco do tecido adiposo chega a Manaus para revolucionar o mundo da cirurgia plástica



vida01-26_91855709-0050-4A51-9B46-5E1DF1B0B4D2.jpg Foto: Divulgação
27/01/2020 às 17:59

Quem nunca sonhou em ter o corpo ideal sem precisar passar horas na academia ou fazer dietas milagrosas, não é mesmo? Agora esse sonho pode se tornar realidade com a One Step, uma técnica que chega a Manaus para revolucionar o mundo da cirurgia plástica e medicina regenerativa. Além de ter alto potencial de aproveitamento das células existentes na gordura para regeneração corpórea, em menor tempo de recuperação.

Criada pelo cirurgião plástico Patrício Centurion, desenvolvida pela empresa brasileira DMC e baseada em estudos realizados no Peru e Estados Unidos, a técnica One Step utiliza uma frequência de luz capaz de retirar, além do tecido adiposo, células-tronco do corpo para serem aplicadas nos campos da cirurgia plástica e medicina regenerativa.




Técnica One Step foi criada pelo cirurgião plástico Patrício Centurion. Foto: Reprodução/Facebook

“Precisamos utilizar a tecnologia em favor da saúde e bem-estar dos pacientes. Sem dúvidas, a One Step é um grande avanço criada para proporcionar aos pacientes a realização de tratamentos eficazes, sendo menos invasivos e traumáticos que as técnicas convencionais e, principalmente, com um curto prazo de recuperação”, declara Patrício Centurion.

Desse modo, a One Step permite que o laser possa ser utilizado como uma ferramenta adicional para a extração da gordura e das células mesenquimais, um tipo raro de células-tronco multipotentes conhecida pelo alto poder regenerativo de tecidos e órgãos lesados.

Na próxima terça-feira, 28, a Saga Medical, em parceria com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – regional Amazonas, realizam um jantar exclusivo para médicos da área. Na ocasião, será lançada a técnica de vanguarda de lipoescultura e medicina regenerativa, com a presença do idealizador da inovação, Patrício Centurion, pós-graduado em cirurgia plástica na escola professor Ivo Pitanguy e membro da Sociedade Brasileira de Regeneração Tecidual, responsável pela área da cirurgia plástica.

Cirurgia plástica

As técnicas tradicionais para tratamento do tecido adiposo - a lipoaspiração ultrassônica ou o laser comum - envolvem a raspagem e aspiração da gordura e costumam ser traumáticas, segundo Centurion. Além disso, no caso do laser comum, não é possível o aproveitamento da gordura extraída devido os diferentes comprimentos de ondas emitidas e de como elas atingem as estruturas adjacentes, destruindo tecidos e inutilizando a gordura.

No entanto, com a chegada da técnica One Step, o laser passa a ser utilizado como ferramenta adicional para a extração do tecido adiposo e células mesenquimais (células-tronco). A gordura pode ser extraída, processada e reinjetada para tratar deformidades estéticas e em cirurgias reparadoras e/ou reconstrutoras. Além disso, a recuperação pós-cirúrgica consegue ser muito mais rápida.

“A grande diferença da One Step comparada a lipoaspiração convencional é como tratamos a gordura. Enquanto a lipoaspiração usada há mais de 40 anos é muito traumática, com a nova tecnologia utilizamos o laser para dissolver as conexões entre as células e aspirar a gordura de uma forma que preserva os tecidos e não causa sangramento. Com isso, as células-tronco estão liberadas e estimuladas, possibilitando que tanto as células da gordura aspirada quanto o paciente não sofram traumas”, garante Patrício

Portanto, com essa nova tecnologia, é utilizado um comprimento de onda que estimula as células da gordura, criando uma espécie de fricção que a desprende do tecido conectivo. Com isso, se torna possível obter as células-tronco dessa gordura desprendida.

Medicina regenerativa

O uso do tecido adiposo na medicina regenerativa tem encontrado grande crescimento em todo o mundo. Isso porque a gordura contém células mesenquimais (células-tronco), que possuem alta capacidade pluripotente, as quais se reproduzem e são capazes de regenerar estruturas lesionadas do corpo.

“Com uma boa colheita, as células-tronco são capazes de se multiplicar rapidamente e permitem regenerar diversos tecidos como ligamentos, cartilagens, músculos - inclusive do intestino, pâncreas e coração. Depois de extraídas da gordura, as células são purificadas e inseridas na cartilagem lesionada, proporcionando uma cicatrização rápida e efetiva da lesão”, esclarece Patrício Centurion.

Diversas áreas médicas podem se beneficiar da aspiração de gordura corporal pela One Step Technique e sua consequente utilização para extração de células mesenquimais. Pacientes com queimaduras graves, traumas, osteomielite, feridas complexas e crônicas, úlceras varicosas, fraturas ósseas, doenças cardiovasculares, entre outros quadros clínicos.

Com o uso da tecnologia, a promessa é reduzir, em alguns casos, o tempo de retorno às atividades cotidianas a até 48 horas após a operação, já que o laser libera opioides endógenos que diminuem o potencial de inflamação.

Embora, a princípio, o foco do uso tenha sido a lipoaspiração e finalidades estéticas, o cirurgião plástico garante que essa técnica é um grande avanço para futuras gerações, ao que tange a diversos tratamentos em medicina regenerativa, o que evidencia seu potencial em um horizonte a longo prazo para o novo laser.

Onde encontrar:

Saga Medical

Instagram: @saga_medical

Telefone (92) 3343-2209

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.