Sábado, 19 de Junho de 2021
Retorno às aulas

Alunos soldados da PM retomam aulas presenciais em Manaus

Os novos policiais vão reforçar o policiamento nas ruas da capital e interior do estado



Sem_titulo_B19248B9-2405-4441-BDC8-A75AEA500F76.jpg Foto: Divulgação
04/05/2021 às 11:07

Foram retomadas, na semana passada, as aulas presenciais do curso de Formação de Soldados da Polícia Militar do Amazonas dos 392 convocados para a corporação pelo governador Wilson Lima. Realizado pelo Instituto de Ensino Integrado de Segurança Pública (Iesp), o curso acontece no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) e estava com aulas on-line por conta das medidas sanitárias para prevenção da Covid-19.

Com a missão de promover a formação, capacitação e aperfeiçoamento dos agentes com atuação na segurança estadual, o Iesp é vinculado à Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). Os 392 alunos soldados que retornaram às aulas são remanescentes do concurso público de 2011. Os novos policiais vão reforçar o policiamento nas ruas da capital e interior do estado.



O curso tem duração de dez meses, com carga horária de 1.420 horas. De acordo com o diretor do Campus de Ensino III do IESP, coronel Moisés Cardoso, as aulas tiveram início no final do ano passado, mas foram suspensas devido à pandemia. “Nós passamos a realizar algumas atividades pela plataforma de ensino a distância, que compartilhamos com a PM para que eles não ficassem sem atividades nesse período”, salientou o coronel.

Com a volta presencial do curso, os alunos já passaram pelas disciplinas de formação básica, principalmente as relacionadas aos procedimentos operacionais, tiro, defesa pessoal e uso de bastão. O coronel também ressaltou que essas matérias são fundamentais para iniciar o estágio.

“Para conhecer a realidade da PM, os alunos precisam passar por essas disciplinas, pois são essenciais para iniciar o estágio operacional. Mas todos eles são acompanhados por monitores e instrutores da área de serviço”, explicou o coronel.

O aluno soldado, Tiago Porto, contou que sonha em alcançar o cargo máximo na formação de praças. “O meu sonho dentro da PM é galgar o último posto. Quero seguir o oficialato, além de me especializar em cursos que a instituição nos proporciona para atender da melhor forma possível à sociedade”, disse.

Para evitar aglomerações, os alunos estão divididos em dez pelotões. As aulas estão ocorrendo nos prédios da Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), Academia de Polícia Civil do Amazonas (Acadepol) e no Centro de Treinamento de Tiro Policial, que fica no Batalhão de Choque da Polícia Militar.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.