Terça-feira, 24 de Novembro de 2020
TEXTOS

Caderno de caligrafia evita que a criança cometa erros ortográficos

O uso do caderno de caligrafia permite que estudante aprenda a controlar a pressão sobre o lápis, além de observar o traçado das letras



caligrafia_BC88E836-537F-49C0-BF43-399B3D35DAFA.JPG (Foto: Pixabay)
16/11/2020 às 17:25

Uma das dificuldades dos pais com as crianças passando boa parte do tempo digitando em celulares e tabletes é a disgrafia, a letra feia.  O caderno de caligrafia é uma das formas de resolver o problema. A criança deve ser incentivada a produzir textos curtos, de temas relacionados  ao seu dia a dia. Evite pedir para a criança fazer exercícios mecânicos, como cópias exaustivas de palavras descontextualizadas. 

O uso do caderno de caligrafia permite que estudante aprenda a controlar a pressão sobre o lápis, além de observar o traçado das letras e a diferenciar maiúsculas de minúsculas. O treino com o caderno de caligrafia não pode ser castigo. Mais que ajudar o aluno a conquistar uma letra legível e ganhar rapidez ao escrever, o caderno de caligrafia ajuda no processo de aprendizagem da linguagem escrita. Na Todo Livro há várias opções de cadernos de caligrafia.



A escrita não é só trabalhar com a mão, mas é preciso desenvolver habilidades cognitivas. Não adianta estimular práticas dos dedos da mão e não desenvolver a memória de trabalho. Uma das tarefas que faz a criança querer usar o caderno de caligrafia é pedir para ela fazer uma redação contando como é o jogo preferido nos equipamentos eletrônicos.

Em vez de proibir a criança de jogar ou de usar o tablete, os pais podem dividir o tempo, incluindo o treino no caderno de caligrafia como atividade inicial. Se a criança concordar em ficar uma hora escrevendo no caderno de caligrafia, poderá ficar o mesmo tempo no tablete ou celular. Na adolescência, a caligrafia pode ser trabalhada, mas com afetividade para que os jovens também possam desenvolver a expressão escrita.  

O caderno de caligrafia pode despertar suas capacidades e talentos. Alguns educadores pedem o uso deste tipo de caderno já no primeiro ano quando se descobre a dificuldade da criança. O entendimento é o de que uma pessoa que começa a aprender a letra cursiva durante a alfabetização terá menos chance de cometer erros ortográficos.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.