Segunda-feira, 01 de Março de 2021
Enem

Começam as provas do Enem no Amazonas

Candidatos demoram para chegar em escolas, mas a maioria se sente confiante



0fe52e76-3bf7-4d4f-8271-e6f47ce763c1_FB846D91-8EB8-4304-A018-3A8CE5279BE2.jpg Candidato demonstra confiança para realizar o exame. Foto: Junio Matos
23/02/2021 às 10:54

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ocorrem nesta terça-feira (23) e quarta-feira (24). A equipe de reportagem do A CRÍTICA flagrou pouca movimentação em frente às escolas da capital que serão locais de prova nos momentos anteriores à abertura dos portões. O sentimento geral é de confiança.

Letícia Valente Vale, 17, prestará o Enem para direito e se sente muito esperançosa depois do estudo acumulado. “Aprendi muito estudando para on-line. Estudei muito durante esse ano”, disse.



A estudante não gostou do atraso na aplicação da prova no estado, mas o considerou justo em decorrência do cenário da pandemia em Manaus. “Deu tempo para estudar mais ainda, o que foi bom”, afirmou.

O Amazonas conta com 206.076 candidatos inscritos, 160.576 em Manaus e 45.500 nas cidades do interior, segundo levantamento do Ministério da Educação (MEC). 

Alguns alunos estão fazendo a prova pela primeira vez e estão nervosos com a experiência. É o caso de Maria Aparecida, 15, que chegou por volta das 10h na Escola Estadual Maria da Luz Calderaro, situada na Zona Centro-Oeste da cidade. “Estou muito nervosa, mas minha expectativa é bastante alta”, disse.

A aplicação das provas foi adiada no estado por conta do colapso ocorrido em janeiro decorrente da segunda onda de Covid-19.

Rafael souza farias, 15, afirmou à equipe de reportagem que se sentiu prejudicado com o adiamento. “O fato diminuiu o foco e a autoestima dos alunos que se preparam para fazer a prova naquele momento”, relatou.

O Governo do Amazonas decretou ponto facultativo e feriado escolar nos dias de prova. A abertura dos portões foi marcada para às 10h30, nos dois dias de prova. O fechamento, para às 12h. O resultado final será divulgado no dia 29 de março.

Márcio Nunes Dutra, 19, não se candidatou à prova ao terminar o ensino médio porque não se sentiu preparado. O estudante dedicou quatro horas diárias e pretende cursar psicologia.

“Estudei à tarde e noite e usei muitos vídeos da internet. Cheguei às 9h30 em frente à escola, por causa do nervosismo. Quando cheguei e vi os portões fechados, por um momento pensei que tinha chegado atrasado”, contou, entre risos.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.