Terça-feira, 19 de Outubro de 2021
Ensino

Governo do Amazonas inicia oferta de cursos técnicos a estudantes da rede estadual

Projeto compõe o programa Educa+Amazonas, com investimento de R$ 400 milhões nas redes públicas de Educação



FOTO-Eduardo-Cavalcante-Seduc-AM-4-500x333_E020CA1C-E27D-4B88-B8E7-5DEE5B202DEF.jpg Foto: Eduardo Cavalcante/Seduc-AM
13/10/2021 às 20:59

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, realizou, nesta quarta-feira (13/10), a aula inaugural do projeto “Da Escola para o Trabalho”, que ofertará cursos técnicos aos estudantes das 2ª e 3ª séries do Ensino Médio da rede pública estadual, em Manaus. A iniciativa é um dos 13 projetos prioritários do programa Educa+Amazonas, lançado em julho deste ano pelo governador Wilson Lima, com investimento de R$ 400 milhões nas redes estadual e municipal de Educação.

O evento aconteceu no auditório do Centro de Formação Profissional Padre José Anchieta (Cepan), na sede da Secretaria de Educação.



O “Da Escola para o Trabalho” tem como objetivo reformular a dinâmica das escolas da rede, por meio de uma parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). Desta forma, o aluno poderá fazer cursos técnicos, sendo encaminhado para estágios remunerados no último ano. Ele poderá deixar a escola com dupla certificação, experiência na área e encaminhamento ao primeiro emprego.

De acordo com a secretária de Estado de Educação e Desporto, Kuka Chaves, o projeto representa uma oportunidade única para os estudantes. “O Governo do Amazonas, dentro da educação pública, está oportunizando aos estudantes uma formação técnica para que eles, quando chegarem ao mercado de trabalho, já tenham uma qualificação. Que os alunos possam se sentir seguros em escolher e iniciar uma carreira, e que tenham as portas do mercado de trabalho abertas para eles”, destacou Kuka Chaves.

Inicialmente, o projeto atenderá 550 alunos, divididos em 22 turmas, e terá oito cursos técnicos, sendo eles de: serviços públicos, serviços jurídicos, qualidade, logística, administração, recursos humanos, marketing e design de interiores. A ideia é que, nos próximos meses, o “Da Escola para o Trabalho” alcance 1.500 estudantes da rede estadual.

Para a coordenadora do Cetam, Silvana Morais, o projeto qualificará os alunos da rede estadual para que eles possam se inserir no mercado de trabalho e, consequentemente, contribuir para a melhoria da economia do Amazonas. “Nós sabemos que as universidades não têm vagas o suficiente para atender todos os estudantes, e que eles precisam ter qualificação para ir para o mercado de trabalho. Nós só podemos ter uma esperança de melhoria do estado, do País, quando nossos alunos conseguem se inserir no mercado de trabalho e contribuir para o seu desenvolvimento”, finalizou Silvana Morais.

Expectativa - A aula inaugural do “Da Escola para o Trabalho” contou com a participação de 50 estudantes inscritos no projeto, da Escola Estadual Ruy Araújo. A jovem Debora Quezia, 16, é uma das alunas contempladas pela iniciativa e optou pelo curso técnico de serviços públicos.

“O ‘Da Escola para o Trabalho’ agregará muito à minha vida, porque, futuramente, quero ingressar na Polícia Civil, e o curso de serviços públicos mexe com isso. Vou poder aprender sobre direitos civis e policiais e, também, a respeito de leis públicas; e, assim, sair do Ensino Médio já encaminhada para a carreira na qual quero ingressar”, pontuou.

Bate-papo - Durante o evento desta quarta-feira, os estudantes presentes no auditório do Cepan conferiram uma aula da professora Tássia Patrícia, que debateu sobre as dimensões do diálogo de uma educação transformadora.

Escolas polo - Ao todo, 17 unidades da rede estadual funcionarão como polos para o “Da Escola para o Trabalho”. São elas: Escola Estadual (EE) Ruy Araújo, EE Eunice Serrano, EE Márcio Nery, EE Antônio L. Bittencourt, EE Nathalia Uchôa, EE Adelaide T. Macedo, EE Vicente Telles, EE Pedro Gislandy, EE Antônio Encarnação Filho, EE Roderick Castelo Branco, EE Homero de Miranda Leão, EE Raimunda Holanda, EE José Bernardino Lindoso, EE Karla Patrícia, EE Roberto dos Santos Vieira, EE Eliana de Freitas (CMPM VII) e EE Evandro N. Carreira (CMPM VI).

De início, o projeto contemplará alunos de Manaus, com expectativa de ampliação para o interior em 2022.

Sobre o Educa+Amazonas - O Governo do Estado lançou, em julho deste ano, o Educa+Amazonas, um programa composto por 13 projetos prioritários e focado em quatro eixos da Educação: qualificação e reconhecimento dos profissionais da Educação; recuperação da aprendizagem dos estudantes; preparação do estudante para o futuro; e meio ambiente e sustentabilidade.

Para mais informações sobre o Educa+Amazonas, basta acessar.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.