Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019
RESULTADO FINAL

Amazonino venceu em 29 municípios do interior. Braga foi primeiro lugar em 26

Diferença dos dois primeiros colocados, no interior, foi de menos de 2% dos votos válidos. Terceira colocada no pleito, Rebecca Garcia venceu a eleição em 6 cidades do Amazonas



trio.jpg Braga (à esquerda) e Amazonino (à direita) disputam o segundo turno, com votação dia 27 deste mês
07/08/2017 às 08:40

Vencedor do primeiro turno das eleições suplemantares para o Governo do Amazonas, o ex-governador Amazonino Mendes (PDT) ficou na frente dos demais candidatos tanto em Manaus quanto no interior. Fora da capital, no entanto, a diferença dele para o segundo colocado, o também ex-governador Eduardo Braga (PMDB), é de menos de 2% dos votos válidos, exatos 31.653 votos.

No total, Amazonino foi primeiro colocado em 30 cidades (incluindo Manaus), Braga venceu em 26. A terceira colocada no primeiro turno, Rebecca Garcia (PP) venceu nos outros seis municípios do Estado: Anori, Canutama, Humaitá, Juruá, Rio Preto da Eva e Uarini. Veja a lista completa.



Amazonino concentrou 55% dos seus votos na capital onde 318.182 eleitores o apoiaram. Nos demais municípios do Amazonas ele alavancou 259.215 votos. Braga, que já governou o Estados em dois mandatos, teve desempenho melhor no interior do que na capital. Fora de Manaus, ele conseguiu 60,2% de sua votação. Em Manaus, o senador recebeu 150.118 votos, nos beiradões, obteve 227.562.

Em números proporcionais, o município que deu a vitória mais expressiva para Amazonino, que já foi três vezes governador, foi Alvarães (a 538 quilômetros de Manaus). Na cidade que conta com 9.359 pessoas aptar a votar, 72,7% apoiaram o candidato da coligação Movimento Pela Reconstrução do Amazonas, um total de 4.359 votos. Braga foi votado apenas por 6,3% do eleitorado local (378 votos). Rebecca, com o apoio do governador interino David Almeida (PSD), alcançou 19,9%.

Em contrapartida, em Lábrea (a 703 quilômetros de Manaus), o senador do PMDB colocou sobre o seu oponente no segundo turno sua maior vantagem. Ganhou 71% dos votos, contra 13,5% de Amazonino, e 14,1% de Rebecca. O município possui 23.153 eleitores. É o 14º colégio eleitoral do Estado.

Amazonino venceu Braga nos três maiores redutos eleitorais do interior do Amazonas. Em Parintins, a diferença foi de 9.009 votos. O ex-governador faturou 49,8% (20.322 votos) do eleitorado, contra 27,7% (11.313) do senador. Rebecca teve 13,8% (5.631 votos), e José Ricardo registrou 7,3% (2.997 votos).

Equilíbrio

Itacoatiara foi o município do Amazonas com a votação mais equilibrada do pleito entre os quatro primeiros colocados. Amazonino venceu por uma margem mínima. Recebeu 10.680 votos (25,3%); Braga ficou com 10.192 votos (24,1%); Rebecca alcançou 10.511 votos (24,9%); e José Ricardo totalizou 9.819 votos (23,2%).Evandro SeixasVotação em cada município será considerada na estratégia dos candidatos


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.