Publicidade
Eleições
FRENTE A FRENTE

Artur e Marcelo: um cara a cara decisivo na TV A Crítica

Debate na noite deste domingo buscará que os candidatos discutam, sobretudo, seus projetos para melhorar a vida em Manaus 23/10/2016 às 12:06
Show artur marcelo
Conforme as regras do debate, Artur Neto e Marcelo Ramos não poderão trocar acusações, ataques e ofensas, limitando-se unicamente às prioridades da cidade
Geraldo Farias Manaus (AM)

A sete dias das eleições no segundo turno, A TV A Crítica mantém a tradição e promove, neste domingo, debate entre os dois candidatos que disputam o cargo à frente da Prefeitura de Manaus. Os candidatos terão a oportunidade de discutir e explicar seus planos e projetos para a cidade num futuro mandato nos próximo quatro anos.

O debate será exibido logo após o programa Domingo Espetacular, da Rede Record, às 22h15, com a apresentação da jornalista Daniela Assayag, apresentadora do programa matutino Manhã no Ar, da TV A Crítica.

As presenças do prefeito Artur Neto (PSDB) e Marcelo Ramos (PR) no debate foram confirmadas por eles e suas assessorias. O debate será dividido em três blocos. O objetivo da TV A Crítica é promover um debate de idéias entre os dois candidatos, sem determinar quais os temas os candidatos deverão discutir. Ficará a critério de Artur e Marcelo debaterem quais serão as suas prioridades ao governar Manaus.

O primeiro e segundo blocos do programa será totalmente dedicado a perguntas e respostas entre os candidatos, com definição por sorteio a ordem de quem começará perguntando e respondendo. No terceiro bloco será determinado um tempo para as considerações finais dos candidatos.

Na última sexta-feira o prefeito Artur Neto foi o entrevistado do programa A Crítica na TV e frisou que levará sua experiência para discutir os problemas de Manaus. “Estarei discutindo os temas da cidade, de acordo com a experiência que eu acumulei nos projetos que tenho com o que consegui realizar e o que não consegui realizar. Vou buscar pelo debate de ideias, se não for isso não vejo muito sentido até em se fazer debate, mas isso não depende só de uma pessoa”, ressaltou.

Da parte de Marcelo Ramos a expectativa é que não haja baixarias durante o debate. “De minha parte será um debate de propostas e de balanço do que o outro candidato prometeu e o que fez até aqui. A expectativa é que o outro candidato não insista nas baixarias que têm marcado a campanha dele”, disse Marcelo Ramos.

No último debate televisionado, deste segundo turno, ocorreu troca de acusações entre Artur e Marcelo sobre quem bebia mais.

 

Publicidade
Publicidade